Retrospecto de Tite e de estreias do Brasil em Copas lideram apostas contra a Suíça

O Brasil é a única seleção a ter disputado todas as edições da Copa do Mundo e alcançou a glória, com o pentacampeonato mundial. Com o peso da sua camisa, e um quarteto ofensivo liderado por Neymar, o Brasil entra em campo, no próximo domingo, (17 de junho), às 15h, como um dos favoritos à taça na Rússia. Principal candidata à liderança do Grupo E, segundo as apostas de futebol do OddsShark.com, a Seleção quer fazer valer sua condição com um resultado convincente já na estreia, diante da Suíça. Confira as dicas de investimento para o embate que pode dar início ao hexa!

Apostar com a razão

Uma das dicas básicas de qualquer aposta esportiva é evitar ao máximo um investimento com o “coração”. O que isso significa? Que é importante analisarmos as condições das duas equipes, retrospecto e desfalques, entre outras informações, antes de “fechar os olhos” e cravar a vitória de seu time – ou seleção – de coração. É isso o que acontece com a Seleção Brasileira, que é franca favorita para arrancar com a vitória na estreia com odds de R$ 1,40.

Mas o que leva a equipe dirigida por Tite ser soberana as cotações? Desde que assumiu o cargo mais importante do futebol brasileiro, o gaúcho acumula 17 vitórias, três empates e apenas uma derrota, que ocorreu por 1 a 0, para a Argentina.

Do risco de ficar fora de uma Copa do Mundo pela primeira vez com Dunga, com a sexta posição na sexta rodada, o Brasil se mexeu e a reviravolta veio com o ex-treinador do Corinthians. Com Tite, Neymar, Gabriel Jesus e Philippe Coutinho tornaram-se um trio letal e arrancaram para a liderança das Eliminatórias Sul-Americanas com dez pontos de vantagem sobre o segundo colocado Uruguai. Respeitada, a nossa Seleção também voltou a ser temida pelos adversários. E isso é o principal ponto para o país tupiniquim ser um dos postulantes ao título na Rússia, com odds de R$ 5,00 de acordo com o OddsShark.com.

A estreia

O Brasil encara a Suíça em Rostov querendo manter um retrospecto em partidas de estreia de Copa do Mundo. Com exceção dos dois primeiros mundiais, quando perdeu na abertura para a Iugoslávia por 2 a 1, em 1930, e para a Espanha por 3 a 1, quatro anos depois, a Seleção venceu 16 embates e empatou outras duas vezes. Ou seja, o favoritismo de Tite e companhia no mundo das apostas não é à toa. A última igualdade ocorreu há 40 anos, quando o Brasil, do então treinador Cláudio Coutinho, ficou no 1 a 1 com a Suécia. Se o terceiro empate brasileiro em estreias acontecer, ele é cotado em R$ 4,80. Como consolo, aquela seleção que tinha Zico, Rivellino e Roberto Dinamite terminou invicta no torneio disputado na Argentina – mas não foi campeã.

Gols

Com Neymar, Gabriel Jesus, Philippe Coutinho e Willian, o Brasil tentará manter a tradição em Copa do Mundo, que normalmente é de colocar bola na rede. Se abordarmos pelo menos na estreia, a Seleção balançou as redes adversárias pelo menos duas vezes em seis das últimas sete oportunidades. O único placar magro ocorreu há 12 anos, na Alemanha, quando Ronaldo, Ronaldinho, Kaká e Adriano venceram a Croácia por apenas 1 a 0.

Se na frente o Brasil parece não ter problemas, é importante olharmos com carinho o setor defensivo. O equilíbrio brasileiro só será alcançado quando os jogadores de frente ajudarem na marcação, hoje conceito básico do futebol moderno. O alerta fica por conta dos gols tomados nas aberturas de Mundial, já que a Seleção sofreu um tento em quatro dos cinco torneios recentes.

Isso significa que investir em uma partida acima de 2.5 gols parece ser interessante, com taxa de R$ 1,80. Já uma vitória brasileira com gols de ambos os lados, como ocorreu há quatro anos, quando superou a Croácia na Arena Corinthians por 3 a 1, é cotada em R$ 3,20.

O outro lado

A possibilidade de gols brasileiros só será concretizada se Neymar e companhia conseguirem furar o bloqueio suíço. O retrospecto recente do time comandado por Vladimir Petković mostra que a boa defesa continua valendo, uma vez que a equipe europeia levou apenas um gol nos últimos quatro jogos – no empate por 1 a 1 com a Espanha. Assim, um jogo inferior a 2.5 gols é cotado em R$ 2,00.

Considerada zebra na primeira rodada, a Suíça nem liga para isso. Quer mesmo aprontar contra o Brasil, o que seria um resultado histórico. Para isso, a principal aposta é Shaqiri, que mesmo não tendo o mesmo prestígio dos tempos em que chegou ao Bayern de Munique, continua sendo um jogador diferenciado. Com ele, a equipe europeia se garantiu na Copa ao vencer a Irlanda do Norte na repescagem. Antes disso, os suíços haviam ficado na segunda posição do Grupo B, atrás de Portugal. Um triunfo europeu sobre o Brasil é avaliado em R$ 9,50.

Confira os odds da 1ª rodada do Grupo E da Copa do Mundo:

17/06 – 11:00 – (R$ 5,00) Costa Rica x Sérvia (R$ 1,90); empate (R$ 3,30)
17/06 – 15:00 – (R$ 1,40) Brasil x Suíça (R$ 9,50); empate (R$ 4,80)

Confira outros odds do futebol internacional na Trivela.