Rodada do Brasileirão mexeu bastante na tabela – e com o bolso dos investidores

Com nove das dez partidas realizadas até o momento, a 16ª rodada do Brasileirão trouxe bastante movimentação na classificação geral do campeonato e ainda mexeu com o bolso dos investidores do OddsShark.com/br. Favoritos jogando em casa e diante de públicos superiores a 38 mil pessoas em suas respectivas arenas, Palmeiras e Corinthians decepcionaram no fim de semana e viram o quarteto formado por Grêmio, Santos, Atlético Paranaense e Atlético Mineiro chegar de vez na briga pela ponta da tabela. Mesmo com a derrota para o Galo por 1 a 0, o Alviverde continua na liderança, com 32 pontos, dois a mais que o Alvinegro, vice-líder, e o terceiro colocado Grêmio; três de vantagem sobre o Peixe, cinco em relação ao Furação e seis à frente do Galo.

O tropeço dos clubes paulistas começou no sábado, com o empate amargo do Corinthians com o Figueirense em 1 a 1. Apesar de todo o clima favorável, já que não perdia em seus domínios há 31 jogos – última derrota foi diante do Santos, em 26 de agosto de 2015 –, o clube paulista quase sucumbiu novamente diante dos catarinenses. O Figueira ia vencendo até os 38 minutos da segunda etapa, com gol de Dodô, e garantindo US$ 10,06 de lucro para os investidores, sendo até então o maior retorno financeiro para os investidores da rodada, quando Danilo, de cabeça, igualou e frustrou os jogadores online. Os catarinenses podiam até ter se dado melhor na partida caso o árbitro Marielson Alves Silva tivesse expulsado o corintiano Cássio aos 32 minutos da etapa complementar, quando fez falta violenta sobre Dodô fora da área. O empate rendeu US$ 5,05 aos investidores.

Já no domingo, foi a vez do Palmeiras tropeçar e, pior, perder sua invencibilidade de dez jogos como mandante no Brasileirão. Sem Gabriel Jesus e Fernando Prass, que estão na Seleção Olímpica, o Alviverde sucumbiu diante do ex-técnico Marcelo Oliveira e das estrelas do Galo, como Fred, Robinho, Lucas Pratto e Maicosuel. O gol de Leandro Donizete, na segunda etapa, fez o Atlético Mineira entrar de vez na briga pelo título. Tentando manter a mesma característica das partidas anteriores, com um trio ágil na frente (Dudu, Erik e Roger Guedes), o técnico Cuca viu o Palmeiras ser neutralizado pelo adversário e assistir aos seus jogadores abusarem do “chuveirinho” na área, sem nenhuma eficácia. Foram 24 cruzamentos ao longo do embate, sendo apenas um correto.

Já o Galo, em manhã inspirada de Robinho, autor das principais jogadas e da assistência, chegou ao gol após boa troca de passes e chegada surpresa do volante Leandro Donizete. A derrota alviverde foi sentida pelos jogadores online que investiram no Palmeiras, cotado em US$ 2,27. Porém, quem levou em consideração o retrospecto recente do clube de BH diante do atual líder, que não perde há cinco anos do Alviverde, se deu muito melhor. Com cotação de US$ 4,19, a vitória do time mineiro garantiu mais de 300%, ou seja, US$ 3,19 para cada dólar investido.

O Grêmio fez valer o seu mando de campo e, com gol de Douglas, derrotou o São Paulo, dando fim ao tabu de nunca ter vencido o Tricolor Paulista em sua arena. Ainda atordoado por causa da eliminação da Copa Libertadores e pela perda de jogadores importantes como Ganso (vendido ao Sevilla), Allan Kardec (transferido para o chinês Chongging Lifan) e Calleri (cujo empréstimo acabou), o São Paulo só não foi goleado em Porto Alegre porque contou com o goleiro Dênis em tarde inspiradíssima. O são-paulino fez pelo menos cinco defesas difíceis, de um total de 15 bombardeios gremistas. O resultado manteve o Grêmio na cola dos líderes, na terceira posição. Já o São Paulo é o nono, com 22 pontos.

Douglas foi o nome da vitória do Grêmio (Divulgação)

Douglas foi o nome da vitória do Grêmio (Divulgação)

No Barradão, a molecada do Santos garantiu mais três pontos para o time da Vila Belmiro ao superar o Vitória, então favorito no site de probabilidades OddsShark.com/br com a cotação de US$ 2,40, e ainda fez a alegria dos investidores. Apesar das ausências do trio Gabigol, Thiago Maia e Zeca, que está servindo a Seleção Olímpica, o Peixe contou com tarde inspirada de outras promessas para sair de Salvador com a vitória: Copete, com gol e assistência, Vitor Bueno, também com um gol, e Jean Mota, que marcou o terceiro gol alvinegro após apenas um minuto em campo. Juntos, eles garantiram US$ 1,90 para cada dólar investido dos jogadores online. O Santos, que para azar próprio viu Lucas Lima sair de campo com lesão na coxa esquerda, continua em quarto na classificação. Enquanto isso, o Vitória está em 13º com 19 pontos, dois apenas acima da zona da degola.

Time menos badalado entre os seis primeiros na competição, o Atlético-PR, do técnico Paulo Autuori, chegou ao seu quinto jogo sem derrotas na competição. O Furacão fez valer o mando de campo ao vencer o Fluminense por 1 a 0, com gol do volante Hernani, e manter a invencibilidade na Arena da Baixada (seis vitórias e dois empates no Brasileirão 2016). Os paranaenses, que estão na quinta posição com 27 pontos, só não tiveram um placar elástico porque pararam no goleiro Diego Cavalieri. Com campanha modesta, o tricolor carioca caiu duas posições e agora é o 12º colocado com 21 pontos.

Azarão entre os investidores, Sport vence Cruzeiro e aumenta crise mineira

Quem recebeu uma bolada mesmo foram os investidores do Sport, equipe que bateu o Cruzeiro por 2 a 1, no Mineirão. Vindo de vitória em casa contra o Grêmio, na rodada passada, a equipe do técnico Oswaldo Oliveira fez um jogo considerado eficiente em Belo Horizonte (MG), com apenas sete finalizações, sendo cinco em direção ao gol, contra 30 da equipe celeste, sendo apenas 12 corretas. Os pernambucanos garantiram a vitória com dois gols de Rogério e fizeram a alegria dos investidores, que lucraram 475% (US$ 4,75), uma vez que o time estava cotado a US$ 5,75. Willian anotou o gol da Raposa. Com isso, o Sport ganhou três posições e assumiu o 14º lugar (18 pontos). Já o Cruzeiro segue em crise interminável e, cada vez mais com o técnico português Paulo Bento ameaçado no cargo, está em penúltimo (15 pontos).

Chapecoense bate Botafogo; Ponte Preta fica no empate com o Internacional

Instável dentro da Arena Condá, a Chapecoense pôs fim neste domingo ao jejum de quatro jogos sem vitórias. Sobrou para o Botafogo, que foi derrotado por 2 a 1, com gols de Lucas Gomes e Hyoran. O Fogão descontou com Camillo, ex-jogador do time catarinense, em perfeita cobrança de falta. O resultado fez a Chape ganhar três posições e assumir o décimo lugar com 22 pontos. Enquanto isso, o alvinegro carioca é o primeiro time na zona do rebaixamento (17º), com 17 pontos.

Em Campinas (SP), Ponte Preta e Internacional fizeram jogo movimentado, com quatro gols. Porém, ninguém saiu satisfeito com o empate em 2 a 2 e, principalmente com a arbitragem. O Colorado abriu o placar com Valdívia, mas viu os donos da casa virarem com gols dos experientes Roger e Wendel. A Macaca ainda teve um gol, após a bola entrar e sair do gol de Muriel em chute de Maycon, erradamente não validado pelo árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro. O argentino Ariel anotou o tento gaúcho e deu números finais ao jogo. A Ponte está oitava posição com 24 pontos, três a mais que o Inter, estacionado em 11º.

Santa Cruz perde “jogo de seis pontos” contra Coritiba

O Coxa não se intimidou com a visita ao Santa Cruz, no estádio do Arruda, e superou os pernambucanos por 1 a 0, com gol do atacante Kleber Gladiador, que ainda desperdiçou uma penalidade. A vitória fez os paranaenses ultrapassarem os Corais na classificação geral e assumirem a 15ª posição com 18 pontos. O resultado dá um pouco mais de tranquilidade ao técnico interino Pachequinho. Já o Santinha está uma posição atrás, com 17 pontos, e flerta com o Z-4, já que possui o mesmo número de pontos do Botafogo. A equipe pernambucana ganha no saldo de gols: -2 contra -6 dos cariocas.

Fla tenta embalar diante do frágil América-MG

Podendo encostar no G-4, o Flamengo, sétimo colocado e 24 pontos, recebe nesta segunda-feira (25), às 20h (horário de Brasília), o lanterna América-MG, com oito pontos, em Cariacica, no Espírito Santo. Com mais de 85% de aproveitamento no estádio capixaba – seis vitórias e apenas uma derrota em toda história -, o rubro-negro carioca tem uma ótima oportunidade de garantir os três pontos, já que o rival mineiro vem de seis derrotas consecutivas, sem sequer anotar um único gol. A principal novidade na equipe do técnico José Ricardo é a provável dupla Mancuello e Alan Patrick, que tem a missão de municiar Fernandinho e o peruano Guerrero. Eles foram titulares juntos em apenas um jogo, no triunfo sobre o Vitória (1×0), no início do campeonato. No confronto entre os clubes no OddsShark.com/br, uma vitória do Mengo paga US$ 1,38, contra US$ 8,52 dos visitantes. O empate está cotado a US$ 4,55.