Vitória boliviana sobre Brasil paga mais de R$ 25 por cada real apostado. Você se arrisca?

A nona rodada das Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2018 terá início nesta quinta-feira (6) com todos os cinco jogos acontecendo no mesmo dia. Para nós, as atenções se voltam para a Arena de Dunas, em Natal, onde o Brasil receberá a seleção da Bolívia em busca da liderança do torneio que atualmente pertence ao Uruguai.

E se nos dois primeiros jogos que fez no comando da seleção nacional Tite teve pedreiras do naipe de Equador e Colômbia – e se deu bem com duas vitórias -, desta vez a maré parece estar bem mais mansa para o ex-comandante do Corinthians. Isso porque após o confronto com os bolivianos, o Brasil enfrentará a Venezuela, que ocupa a última colocação e tem apenas dois pontos ganhos.

Diante da Bolívia, que está apenas na oitava posição, e tem pouquíssima tradição no futebol internacional, obviamente que o time brasileiro é considerado amplamente favorito para conquistar os três pontos dentro de casa. O comandante Tite promoverá algumas alterações por necessidade e outras por opção, como a entrada de Philippe Coutinho no lugar de William. Na lateral esquerda, Filipe Luís entra na vaga do machucado Marcelo. Mesmo motivo pelo qual Casemiro dará lugar a Fernandinho. E Giuliano deve ocupar o espaço do suspenso Paulinho.

O restante da equipe é a mesma que conseguiu as duas vitórias na estreia do novo treinador, inclusive com os atacantes Neymar e Gabriel Jesus. Com esse poderio, o Brasil não poderia ser considerado pouco favorito para este confronto. E, de acordo com o site de estatísticas Oddsshark.com/br, se a vitória da seleção verde e amarela se concretizar, o investidor levará para casa meros R$ 1,10 para cada real apostado. Mas é aí que vem a parte antagônica de se tentar ganhar dinheiro com investimento esportivo.

Isso porque, supondo que aconteça uma zebra histórica onde a Bolívia vença o Brasil fora de casa, o investidor terá um retorno mágico de R$ 25,82 por cada real colocado. É muito dinheiro! Pense que se você colocar R$ 100 e o resultado vier, isso te dará um retorno de R$ 2.582. Ok, claro que o triunfo dos visitantes é bastante improvável de acontecer, mas o empate é um pouco menos e, ainda assim, gera R$ 9,99. E aí? Vale apostar contra o Brasil e ficar com o coração dividido para ganhar uma graninha extra? É você quem decide…

Líder também tem vantagem

Se o Brasil tem tamanho favoritismo diante da Bolívia, podemos dizer o mesmo do Uruguai, que enfrenta a fraca Venezuela em Montevidéu. Um ponto à frente do selecionado de Tite, os comandados de Óscar Tabárez não devem ter dificuldade com a lanterninha das Eliminatórias. Ainda mais com o time praticamente completo – o zagueiro José María Gimenez está suspenso e dará lugar a Sebastian Coates – e contando com o fortíssimo ataque estrelado por Edinson Cavani e Luis Suárez.

Ainda segundo o Oddsshark.com/br, o retorno do triunfo uruguaio é um pouco melhor, mas ainda bem baixo: R$ 1,30. Proporcionalmente, se a Venezuela aprontar fora de casa, as cifras não chegarão a valores tão altos quanto os da Bolívia, mas com R$ 11,08 já dá para fazer uma festinha bacana (e não esqueça de me chamar!).

Ainda nesta rodada, não podemos deixar de destacar os nossos Hermanos. A Argentina vai ao Peru para encarar o vice lanterna, mas terá um importantíssimo problema a ser superado: a ausência de Lionel Messi. O melhor jogador do mundo tem uma lesão na perna direita e não estará apto a ajudar seus companheiros de equipe a buscarem a liderança da competição. Para o seu lugar, Edgardo Bauza escalará Paulo Dybala. O volante Lucas Biglia também é ausência confirmada e será substituído por Matías Kranevitter.

Mesmo sem o craque argentino e atuando em casa, a equipe liderada por Paolo Guerrero não é favorita. Uma vitória peruana paga R$ 4,28, enquanto que o retorno para o triunfo dos Hermanos fica na casa dos R$ 1,88 por real investido.

O confronto mais equilibrado desta nona rodada acontecerá na altitude de quase 3 mil metros de Quito. É lá que Equador e Chile buscarão se recuperar na competição após a última janela de jogos das Eliminatórias muito ruim para ambas equipes. Os chilenos tiveram uma derrota para o Paraguai e um empate com a Bolívia em casa, enquanto que os equatorianos foram atropelados pelo Brasil por 3 a 0 e sucumbiram diante do Peru por 2 a 1.

Mais uma vez usando o Oddsshark.com/br como base, o Equador é levemente favorito e está pagando R$ 2,23 por real apostado em sua vitória. Já o retorno para o triunfo chileno é melhor e fica na casa dos R$ 3,24.