O grupo Canal + anunciou nesta terça a venda do Paris Saint-Germain a um trio de investidores. O clube passará a ser administrado pela Colony Capital, fundo norte-americano de investimentos, associado à francesa Butler Capital Partners, do mesmo ramo de atuação, e a Morgan Stanley, grupo internacional de serviços financeiros. O valor da negociação ficou em torno de chr(128) 41 milhões.

“Com relação ao processo de consulta que levou a análise de diversos projetos, o grupo Canal Plus aceitou a proposta que traz as melhores garantias, tanto no plano financeiro como no esportivo”, afirmou a empresa de comunicações por meio de um comunicado oficial. A proposta de Luc Dayan, na qual Raí figurava como diretor-geral do clube, foi deixada de lado.

A primeira grande mudança com a chegada dos novos donos será a troca de presidente. Pierre Blayau, atualmente no cargo, cederá o lugar para Alan Cayzac, parceiro histórico do clube e presidente da associação PSG. Por enquanto, o treinador Guy Lacombe conta com a simpatia do novo presidente para continuar no cargo.

Cada um dos três parceiros ficará com 20% do capital do PSG. Os 40% restantes serão negociados nas próximas semanas.