A vitória do Werder Bremen sobre a Juventus surpreendeu muita gente, ma não Thomas Schaaf. O triunfo por 3 a 2 conquistado nesta quarta motivou o treinador da equipe alemã a acreditar em um novo resultado positivo no duelo de volta. Já Fabio Capello lamentou as falhas do time nos lances de bola parada.

Thomas Schaaf manteve o clima de confiança para o segundo jogo na Itália e demonstrou otimismo. “Sabemos que precisamos passar pelo confronto de Turim e que será muito, muito difícil. Mas nesta noite soubemos, pela forma como vencemos, que tudo é possível. Vai depender se somos capazes de testarmos a nós mesmos de novo e mostrar a mesma energia demonstrada nesta partida”, comentou o treinador.

Frings avisou que o Werder Bremen não se contentará apenas em segurar um empate para a partida de volta em Turim. “Não podemos jogar por um empate. Sempre fomos bons para buscar o gol e devemos capitalizar isso. Merecemos nossa vitória por termos tido frieza para aproveitar nossas chances”, afirmou.

Fabio Capello lamentou a derrota da Juve, pois acreditava em um desempenho melhor de sua equipe. “Tomamos gols que não poderíamos levar. O Werder Bremen foi mais perigoso nos escanteios e bolas paradas. Também preciso dizer que eles estavam em excelente forma física. Tivemos três chances claras de gol e não aproveitamos”, reclamou.

Mesmo com as falhas, Capello fez um balanço positivo. “Somando tudo, foi uma boa partida. Infelizmente demos o primeiro gol de presente e no fim levamos dois gols evitáveis de bola parada. É preciso dar méritos ao adversário, mas foi uma pena desperdiçarmos as chances que tivemos no primeiro tempo”.