O Swansea conseguiu mais uma vitória neste sábado, com um triunfo por 1 a 0 sobre o Burnley. A responsabilidade é apontada, em grande parte à chegada do técnico Carlos Carvalhal. E o treinador português deu, mais uma vez, uma entrevista divertida com as suas metáforas sobre a situação do time na tabela. O técnico tem um ótimo desempenho no comando do clube, com 11 jogos, seis vitórias, quatro empates e uma derrota.

LEIA TAMBÉM: Simpatia pura: Técnico do Swansea, Carvalhal oferece pastéis de nata antes da coletiva

O time estava a cinco pontos de sair da zona do rebaixamento quando Carvalhal assumiu o time e agora está em 15º, fora das posições de descenso. O treinador, ex-Sheffield United, assumiu logo depois do Swansea tomar uma goleada do Liverpool por 5 a 0, no Boxing Day, 26 de dezembro. A situação mudou e o time chegou à sua quarta vitória em sete jogos disputados.

“Quando eu cheguei nós estávamos no fundo do oceano. Era muito fundo e escuro. Nós não víamos peixes. Nós ganhamos alguns jogos, colocamos nosso nariz fora da água. Foi a primeira vez que respiramos ar puro”, disse o treinador. “Agora, neste momento, nós começamos a nadar e podemos ir até a costa. Mas nós temos que continuar a nadar para chegar até lá”.

Desde que assumiu, em uma vitória por 2 a 1 sobre o Watford, o Swansea só perdeu um jogo. “Muitas coisas mudaram. Não há uma só razão. Eu sou central nas coisas, mas eu não sou mais importante que qualquer um no clube. Eu assumo riscos ao mudar as formações, nós criamos uma nova dinâmica”, disse Carvalhal.

“Mas eu não posso fazer esse tipo de coisas sozinho, há muitas pessoas. Os torcedores, o presidente, o roupeiro, as pessoas na imprensa, todos têm a sua contribuição. Mas o mais importante são os jogadores. Eu estou feliz com os jogadores porque eles estão trabalhando muito duro. Foi um jogo difícil, nós sabíamos que seria. Mas foi uma vitória merecida. Nós criamos mais chances, nós controlamos o jogo muito bem, especialmente no segundo tempo”.

Foi então que Carvalhal trouxe mais uma das suas maravilhosas metáforas para a entrevista coletiva. “Nós todos colocamos a carne no fogo, no churrasco. Nós terminamos com Clucas na esquerda e três atacantes. Os rapazes foram totalmente incríveis hoje, eu estou muito, muito orgulhoso do clube, dos torcedores e especialmente dos meus jogadores, porque eles foram fantásticos hoje”, continuou o treinador.

“Nós tentamos mexer nas coisas”, disse ainda Carvalhal sobre o jogo. “O jogo não estava fácil, não é fácil marcar gols contra esse time. Se jogarmos assim contra outros times, iremos marcar gols. Talvez nós tomemos, mas certamente iremos marcar gols”.

O Swansea segue em 15º na tabela da Premier League, com 27 pontos. A disputa contra o rebaixamento está bastante acirrada. O Huddersfield, 16º, tem os mesmos 27 pontos. O Southampton tem 26, em 17º. Newcastle (18º) e Stoke (19º) têm 25 pontos. O lanterna West Brom tem 20 e é o lanterna.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM: Técnico do Swansea: “Liverpool é um carro de F1, mas nós os colocamos no trânsito de Londres”