Depois de três vitórias consecutivas, o Manchester City voltou a tropeçar e já vê o United em seu encalço na liderança do Campeonato Inglês. Os Citizens foram derrotados pelo Everton no Goodison Park por 1 a 0 e estacionam com 54 pontos. Melhor para os Red Devils, que bateram o Stoke City por 2 a 0 em Old Trafford e igualaram a pontuação dos rivais, mas seguem com saldo de gols inferior.

Em um primeiro tempo equilibrado, o Everton teve chance claríssima aos cinco minutos. Após cobrança de escanteio da direita, Denis Stracqualursi cabeceou cruzado, mas Joleon Lescott conseguiu salvar em cima da linha.

O City mantinha mais posse de bola e trocava passes no campo de ataque, mas os Toffees conseguiam manter a contenção na defesa e assustavam nos contra-ataques. Aos 11 minutos, Gaël Clichy criou o primeiro lance de perigo dos Citizens, em chute de fora da área que passou ao lado do gol defendido pelo goleiro Tim Howard. Pouco depois, foi a vez de Sergio Agüero arriscar da entrada da área, mas a bola saiu pelo lado.

O Everton voltaria a responder aos 35, em chute de Marouane Fellaini de dentro da área que foi para fora. No lance seguinte, Samir Nasri teve a melhor oportunidade do Man City no primeiro tempo. O francês arriscou chute da intermediária e a bola carimbou o travessão, bateu no chão e saiu de perigo.

O lance mais curioso da primeira etapa ficou para os 41 minutos, quando um torcedor do Everton se algemou à trave do gol defendido por Joe Hart. Depois de cerca de cinco minutos de parada, a polícia local conseguiu soltar o homem e dar continuidade à partida.

Já no segundo tempo, o Manchester City tentou buscar o gol aos três minutos, em cabeçada de Edin Dzeko que Howard conseguiu segurar. Já aos nove minutos, foi a vez de Samir Nasri mandar a bola novamente para fora, após passe de Clichy.

O gol da vitória do Everton saiu aos 15 minutos do segundo tempo. A defesa visitante conseguiu afastar cruzamento da esquerda, mas a bola sobrou nos pés de Landon Donovan. O norte-americano ajeitou e Darron Gibson encheu o pé da entrada da área. A bola ainda desviou em um marcador, tirando Joe Hart do lance.

Depois do tento, o Manchester City tentou buscar a igualdade, mas não teve sucesso. Aos 19 minutos, David Silva arriscou chute pelo lado esquerdo da área, sem acertar o gol. Depois, foi a vez da zaga dos Toffees bloquearem a finalização de Adam Johnson.

Sem se entregar, o Everton teve outro bom lance com Gibson, aos 26 minutos, em batida que passou próxima à trave esquerda do gol adversário. Apesar do poderio de seu ataque, os Citizens eram ineficazes contra a defesa dos Toffees. O último suspiro veio no terceiro minuto dos acréscimos, mas a cabeçada de Micah Richards foi facilmente defendida por Howard.

Graças aos pênaltis, United passa pelo Stoke

Em Old Trafford, o Manchester United manteve o controle do jogo ao longo do primeiro tempo, mas criou poucas oportunidades de gol. Aos 21 minutos, Paul Scholes ficou próximo de abrir o placar, mas seu tiro da entrada da área foi para fora. Pouco depois, foi a vez de Antonio Valencia chutar cruzado e Thomas Sorensen fez a defesa. Já aos 33, Michael Carrick tabelou com Dimitar Berbatov e errou o alvo por pouco.

O primeiro gol da partida saiu aos 38 minutos. Jermaine Pennant derrubou Park Ji-Sung dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Chicharito Hernández deslocou Sorensen e colocou a bola no canto direito do goleiro, que havia escolhido o outro lado.

Logo no início do segundo tempo o Manchester United conseguiu ampliar, em mais uma cobrança de pênalti. Desta vez quem foi derrubado na área foi Antonio Valencia, enquanto Dimitar Berbatov foi o encarregado de colocar a bola nas redes.

Com a vantagem consolidada, o United passou a se conter um pouco mais na defesa. Já o Stoke dominava a posse de bola, ainda que não conseguisse chegar com perigo. O melhor lance veio aos 13 minutos, em cabeçada de Cameron Jerome que Ben Amos conseguiu defender em dois tempos.

Nos quinze minutos finais, o United voltou a pressionar um pouco mais, ainda que não tenha atacado com força o suficiente para marcar o terceiro. No fim, os Potters deram seu último suspiro no segundo minuto dos acréscimos, em chute de Ricardo Fuller que saiu sem direção.

Confira os jogos da 23ª rodada do Campeonato Inglês:

Terça-feira, 31/dez
Swansea City 1×1 Chelsea
Tottenham 3×1 Wigan
Wolverhampton 0×3 Liverpool
Manchester United 2×0 Stoke City
Everton 1×0 Manchester City

Quarta-feira, 1º/fev
Aston Villa x Queens Park Rangers
Bolton x Arsenal
Sunderland x Norwich City
Fulham x West Bromwich
Blackburn x Newcastle