No sábado, a Espanha voltará suas atenções para o Nou Camp. Barcelona e Real Madrid se enfrentam pela 31ª rodada do campeonato espanhol, e o clássico definirá os rumos do torneio. Um triunfo do Barça, com 68 pontos, deixaria a equipe a um passo do título. Uma vitória do Real Madrid (57) manteria os sonhos de a equipe se aproximar da liderança e brigar pela taça.

Frank Rijkaard preferiu adotar um discurso ameno e evitar polêmicas. “Antes da partida pode-se falar muitas coisas, mas a realidade é que jogaremos contra uma equipe de muita qualidade. Um clássico sempre é interessante, há rivalidade esportiva e é importante lutar por um bom resultado, porque os pontos são importantes para ambos. Para eles, é importante deixar uma boa imagem e, para nós, seguir nosso caminho, confirmar que temos uma boa equipe e estamos confiantes”, disse o treinador.

Já Raúl confia na capacidade da equipe devolver a derrota do primeiro turno, quando o clube merengue perdeu por 3 a 0 em pleno Santiago Bernabéu. “No Bernabéu, eles foram muito superiores e controlaram o ritmo de jogo. Devemos ter o controle da bola. Se dominarmos o meio-campo e roubarmos muitas bolas, temos possibilidade de fazer algo importante. Eles se sentem à vontade quando têm a posse de bola, por isso vamos buscar aproveitar os contra-ataques. Vamos tentar dar uma alegria para os torcedores. Para isso, devemos sair para o jogo desde o início”, analisou.

Guti se recuperou de uma lesão no pé esquerdo e possui grandes chances de começar como titular. Beckham também está garantido, depois de sofrer uma lesão nos treinos desta semana. Juan Ramón López Caro promoveu um treino a portas fechadas nesta sexta e não deu pistas sobre o time titular. As dúvidas estão na lateral-direita (entre Cicinho e Michel Salgado), no miolo da zaga (Mejía ou Raúl Bravo) e na composição do meio-campo. Raúl poderia começar na reserva.

Rijkaard terá a volta do capitão Puyol para o confronto. O defensor cumpriu duas partidas de suspensão. Mas o treinador não poderá contar com Sylvinho, com problemas musculares. O jovem Rodri foi relacionado mais uma vez e deve ficar como opção para a defesa. Exceto as contusões de Rafael Márquez, Edmílson e Lionel Messi, o Barça estará com praticamente seu melhor time em campo.

Em terceiro, o Osasuna (55 pontos) recebe o Getafe (11º, 40) no domingo e torce por uma vitória do Barcelona. Se a equipe cumprir sua parte, assumirá a vice-liderança do Espanhol e terá nas mãos a vaga direta para a Liga dos Campeões.

O Valencia (4º, 53 pontos) joga contra o Cádiz (19º, 27) para buscar um pouco de tranqüilidade. Há seis jogos sem vencer, o time se complicou na briga por um lugar na LC. Um novo tropeço dará ao Sevilla (5º, 51), que faz o derby contra o Betis (14º, 33), a chance de se aproximar ou até ultrapassá-lo na tabela. O Sevilla chega motivado pela goleada em cima do Zenit St. Petersburg por 4 a 1, no meio da semana, pelo confronto de ida das quartas-de-final da Copa Uefa

Confira os duelos deste fim de semana na 31ª rodada do Espanhol:

Sábado, 1º/abril
Zaragoza x Villarreal (15:00, ESPN Internacional)
Real Sociedad x Málaga
Barcelona x Real Madrid (17:00, Bandeirantes, ESPN Internacional)

Domingo, 2/abril
Valencia x Cádiz (12:00, ESPN Brasil)
Atlético de Madrid x Celta (14:00, ESPN Brasil, Bandeirantes)
Osasuna x Getafe
La Coruña x Racing Santander
Alavés x Athletic Bilbao
Mallorca x Espanyol
Betis x Sevilla (17:00, ESPN Internacional)