Quando a enfermaria do Arsenal dava a impressão de que finalmente se esvaziaria, acaba de chegar mais um jogador para uma longa permanência. Gael Clichy sofreu uma fratura por estresse no pé direito e desfalcará o time de três a quatro meses.

O lateral-esquerdo ocupava a posição de Ashley Cole, que havia sofrido a mesma contusão em outubro. Clichy se machucou na última sexta, quando defendia a seleção sub-21 da França contra a Inglaterra.

Arsène Wenger terá que improvisar para a partida contra o Wigan, no próximo sábado, pela Premiership, pois não tem um jogador especialista para a posição. “A lesão foi no mesmo local no qual ele se machucou antes, em abril. É terrível para o garoto e para nós também é difícil, pois não temos alguém para o lugar dele”, comentou o treinador.

Sendo assim, Wenger deverá escolher entre Pascal Cygan, Philippe Senderos, Emmanuel Eboue e Alexandre Song como lateral improvisado.