Em decisão da comissão de controle da união belga de futebol (URBSFA) na noite desta quarta, o Geel, clube da segunda divisão local, foi rebaixado para a terceira e recebeu uma multa de chr(128) 6.250 por ter sido culpado em um caso de corrupção. A equipe tentou acertar o resultado de uma partida da última temporada.

De acordo com o órgão, o Geel tentou manipular o resultado do confronto contra o Waasland, no final da temporada. Na época, dois jogadores do Waasland denunciaram à URBSFA que uma pessoa havia oferecido dinheiro a eles para que facilitassem o jogo. Foram apontados como envolvidos no esquema o empresário chinês Zheyun Ye, acusado de participar de outras possíveis fraudes, e o jogado suíço Jean-Pierre La Placa, do Waasland, que teria sido o intermediário.

La Placa também foi punido e recebeu uma suspensão de três anos. Dois membros da direção do Geel foram suspensos pelo mesmo período. A Justiça belga investigará se Ye está ligado a este caso. Hoje, o empresário está solto, após ser interrogado no início de novembro a respeito de seu suposto envolvimento com a máfia de apostas pela internet.

O Geel foi o primeiro clube belga a ser condenado por conta do esquema de manipulação de resultados no país. Porém, apelará da decisão, pois alega que uma pessoa usou o nome do clube indevidamente. A Justiça está estudando outras equipes suspeitas de armação.