A gaivota foi imprudente. Se quisesse mesmo aproveitar o vento para ver um joguinho de futebol, deveria ter escolhido a Inglaterra – que, afinal, estava ali ao lado – ou o Alemão, nos quais a bola geralmente é passada mais de pé em pé, com toques rasteiros. Na Escócia, as chances de ser obrigada a desviar do chutão de um zagueiro grosso seriam muito grandes. E eis que o lateral esquerdo Callum Booth conseguiu a proeza dar um lançamento e acertar uma gaivota.

LEIA MAIS: Já pensou como seria uma partida de Fifa na vida real?

Foi durante um amistoso do Hibernian que Booth mostrou ter mais qualidade no esporte tiro ao pombo do que no esporte futebol. Ele até mostrou certa técnica, ao dominar a bola e chutá-la sem deixá-la cair, mas também sem direção. Antes que a Sociedade Protetora dos Animais estampe o rosto de Booth em cartazes, o lance foi claramente acidental e a gaivota, apesar de ter perdido algumas penas, conseguiu retomar o voo e saiu correndo de lá.

Provavelmente para ver futebol em algum lugar sem tantos chutões.

Você também pode se interessar por:

>>>> Dunga é tudo o que o Brasil não precisa agora

>>>> Comemoração racista? Não, foi apenas uma coreografia tradicional na Alemanha