Entre os adversários possíveis nos 32-avos de final da Copa da França, o Paris Saint-Germain pegou uma das maiores pedreiras. Visitaria um oponente da primeira divisão, o Rennes, por mais que a campanha dos rubro-negros seja mediana. Pois o favoritismo dos parisienses foi confirmado de maneira avassaladora: dentro do Roazhon Park, golearam os anfitriões por impiedosos 6 a 1. E os gols demonstram bastante a facilidade que o time de Unai Emery tem para dominar seus desafiantes no futebol francês.

O primeiro tento veio cedo, aos nove minutos, em lançamento cirúrgico de Thiago Silva que Kylian Mbappé finalizou. E o show foi se ampliando no ritmo das trocas de passes incessantes do PSG. Mbappé faria mais um, Neymar deixou dois e Ángel Di María também marcou dois. Já o Rennes apenas descontou cobrando pênalti, com Benjamin Bourigeaud. Destaque para o quarto gol dos parisienses, em contra-ataque que começou no campo de defesa e contou com uma sucessão de passes até que Mbappé deixasse Neymar na boa para marcar. Que não fosse um grande obstáculo, a postura fulminante referenda o PSG.