O Audax Italiano vive um começo de temporada complicado no Chile. Em 11 jogos, apenas uma vitória, quatro empates e seis derrotas, o que coloca a equipe com apenas sete pontos e em 14º lugar na tabela. E no sábado, o time ficou no 0 a 0 com o Antofagasta, ampliando a crise. E as críticas da torcida geraram uma situação, digamos, inusitada com a contratação mais recente: Sebastian Abreu, mais conhecido como El Loco Abreu.

LEIA TAMBÉM: Título com sabor especial: um massacre do Celtic sobre o Rangers no Old Firm

O autor da cavadinha na disputa de pênaltis do Uruguai contra Gana na Copa do Mundo de 2010 tem 41 anos e é uma contratação recente no Auadax Italiano. Chegou para esta temporada 2018. O desempenho ainda não veio como o esperado. Por enquanto, são nove jogos do uruguaio e nenhuma bola na rede.

No jogo contra o Antofagasta, os jogadores ficaram furiosos com o árbitro César Deischeler por terminar o jogo bem quando o Audax fazia um contra-ataque. Ariel Martínez, furioso com o árbitro, foi expulso ao empurrá-lo. O uruguaio demonstrou um descontrole diante da arquibancada. Nervoso com críticas de torcedores na arquibancada, ele pegou uma mesa de atirou na arquibancada. Isso mesmo. O camisa 13 não aceitou bem a crítica.

A torcida anda bastante insatisfeita porque o time está perigosamente próximo à zona do rebaixamento. Os dois últimos entre os 16 times são rebaixados. Deportes Tamuco e Everton, ambos com os mesmos sete pontos do Audax, estão na zona do rebaixamento. O time de Loco Abreu está fora apenas pelos critérios de desempate – tem um um gol a mais no saldo que o Everton e três a mais que o Deportes Tamuco.

Sebastian Loco Abreu