Acabou a série de vitórias do Brasil de Tite nas Eliminatórias da Copa. Em Barranquilla, a seleção brasileira ficou no empate por 1 a 1 com a Colômbia, em um jogo com boas chances de gol. O Brasil marcou com um golaço de Willian, os Cafeteros empataram com uma bonita cabeçada de Falcao Garcia. Apesar do primeiro tempo de mais marcação, os dois times conseguiram criar algumas chances e a vitória poderia ter pedindo para qualquer um dos lados. Quem mais ganhou com as duas partidas do Braisl neste data Fifa foi Willian. O meia não foi brilhante, mas teve boa atuação, mas também porque Tite variou o esquema tático com Philippe Coutinho no lugar de Renato Augusto. Com isso, o time ficou mais ofensivo.

LEIA MAIS: Um Chile que cai: Após a derrota para a Bolívia, cresce o risco na reta final das Eliminatórias

Gabriel Jesus e Casemiro começaram no banco de reservas. Roberto Firmino e Fernandinho os substituíram, sem muito brilho. Thiago Silva, que entrou no lugar de Miranda, machucado, foi muito bem. Filipe Luís, por sua vez, entrou no lugar do suspenso Marcelo e cumpriu bem a sua função, sem grande destaque.

O jogo foi muito duro e muito físico, especialmente no primeiro tempo. Muitas faltas e jogadas mais duras, com divididas. Mesmo com as modificações, o Brasil conseguiu articular uma ou outra jogada. Aos três minutos, o Brasil conseguiu o seu primeiro bom ataque. Bola trabalhada por Neymar pelo meio, tocou para Daniel Alves na direita e o lateral do PSG cruzou alto, na segunda trave, para Paulinho. O camisa 15 entrou bem, cabeceou, mas a zaga travou e a bola foi pela linha de fundo.

A Colômbia assustou em uma falha brasileira. Alisson se atrapalhou na saída de bola, mas Cuadrado não conseguiu aproveitar. O jogo era duro. Aos 22 minutos, uma boa jogada trabalhada pela esquerda, com finalização de James Rodríguez em cima de Alisson. A Colômbia era mais direta indo ao ataque, tentando pressionar, mas o Brasil tinha uma atuação bem posicionada em campo, dando pouco espaço.

Neymar teve uma grande chance aos 33 minutos. Ele ganhou de Arias em um lançamento longo e saiu com liberdade na ponta esquerda. Tentou o toque para o meio para Roberto Firmino, mas o zagueiro Zapata conseguiu o desvio e a bola saiu pela linha de fundo.

No final do primeiro tempo, os dois fatos mais relevantes. Primeiro, entra um cachorro em campo, em um momento que Neymar estava com a bola no lado esquerdo. O cachorro pareceu se posicionar bem em campo. O árbitro parou o jogo para retirar o invasor, protagonista de uma cena típica da América do Sul. Logo depois, gol do Brasil. Neymar ajeitou de pé esquerdo para Willian, que pegou de primeira um belíssimo chute e acertou no ângulo. Golaço: Brasil 1 a 0.

Só que a Colômbia arrancou o empate. Arias recebeu do lado direito e cruzou para a área. Marquinhos marcava Falcao, mas o camisa 9 colombiano se antecipou, cabeceou de forma perfeita, para o chão, no canto: 1 a 1 no placar. A Colômbia, que teve bom volume de jogo no primeiro tempo, chegava ao empate. A torcida gritava pelo apelido de Falcao: “Tigre, Tigre, Tigre”.

Logo depois, aos 14 minutos, James Rodríguez surpreendeu Alisson em uma cobrança de falta do lado esquerdo, com inteligência, e quase marcou. A bola bateu na trave e no goleiro brasileiro, depois foi tirada. O momento da Colômbia era melhor e pressionava. James Rodríguez teve um chute perigoso desviado por Fernandinho, que acabou em escanteio.

O Brasiil também teve suas escapadas. Neymar, mais uma vez em corrida com Arias, bateu o colombiano com habilidade, velocidade e levou perigo, mas foi desarmado antes mesmo de finalizar. O tempo passava e os dois times apresentavam sinal de cansaço.

A Colômbia tentou ganhar o jogo com a saída de Edwin Cardona e a entrada de Teo Gutierrez. Renato Augusto, por sua vez, também deixou o time para a entrada de Philippe Coutinho, em uma resposta de Tite para tornar o time mais ofensivo. O meia não fazia uma boa partida em campo, na verdade, bem apagada. A entrada de Coutinho era para, como em Porto Alegre, dar mais criatividade ao time, tornando mais ofensiva.

O empate por 1 a 1 no final do jogo acaba sendo um bom resultado para o Brasil. Fora de casa, contra o time que é o segundo colocado, é um bom ponto conquistado. Em termos táticos, fica claro que Tite pensa em usar Philippe Coutinho como meia central com Neymar e Willian pelos lados em uma opção de jogo mais ofensivo. Willian sai destes dois jogos com pontos. Assim como Thiago Silva, muito seguro na defesa.

Já a Colômbia, que tinha tropeçado contra a Venezuela, conquista um ponto também importante, mais pelos resultados dos outros jogos. O Chile perdeu, o Equador também e os cafeteros ficaram perto da Copa. Com 26 pontos, segue na segunda posição, embora possa ser ultrapassada por Uruguai e ver a Argentina se igualar em pontos. Tem como próximos jogos o Paraguai, novamente em casa, e Peru, este fora de casa. São dois jogos perigosos, especialmente o segundo. O Peru, atualmente, é o quarto colocado, com 24 pontos, dois a menos que a Colômbia neste momento. Na última rodada, pode ser um jogo que vale vaga.