O futebol holandês é famoso por formar muitos jogadores. Os times costumam jogar em esquemas parecidos, o conhecido 4-3-3, e os principais times do país são conhecidos como formadores de novos talentos. Ajax e PSV entraram em campo neste domingo para o clássico mais importante do país nas últimas décadas, pela força dos dois times – embora a maior rivalidade ainda seja Feyenoord e Ajax – e os dois times tiveram em campo elencos jovens e foram esses jovens que protagonizaram os 3 a 1 que deram a vitória ao time de Eindhoven sobre o rival da capital em Amsterdã.

LEIA MAIS: Torcedores do PSV não querem wi-fi no estádio

Nenhum dos dois times tinha jogadores de 30 anos ou mais. A média de idade do Ajax em campo com os 11 titulares foi de 23,72, enquanto o PSV escalou um time titular com média de 21,18. Os mais velhos em campo foram Moisander, capitão do Ajax, e Schöne, atacante também do Ajax, ambos com 28 anos. No PSV, o mais velho em campo era o capitão do time, Wijnaldum, 23 anos, mesma idade de outros dois companheiros de equipe: o ponta Narsingh e o centroavante Luuk De Jong. E este jogador, que é uma contratação do PSV na temporada, foi fundamental na vitória.

Um dos grandes conceitos que se fala no futebol moderno é a participação do centroavante no jogo. O camisa 9 não pode ser só um fazer de gol, um empurrador de bola para as redes. Idealmente, ele tem que participar do jogo, abrir espaços, saber trabalhar como pivô. Tanto que não é raro ver muitos times com ataques móveis, sem jogadores que ficam parados, ou com jogadores que sabem usar seu corpo e porte físico para abrir espaços. Foi um jogador assim que decidiu o clássico holandês, dando a vitória ao PSV sobre o Ajax em Amsterdã.

Luuk De Jong não é um jogador desejado por toda a Europa. Começou muito bem no Twente, foi para o Borussia Mönchengladbach sem deixar uma boa impressão e ficou seis meses no Newcastle também sem causar impacto. Contratado pelo PSV, o atacante, de 23 anos, foi fundamental na vitória do time contra o Ajax, atual tetracampeão. Ele foi chave nos dois gols que levaram o time de Eindhoven à virada.

O PSV perdia por 1 a 0, gol de Ghazi no primeiro tempo, em um belo lançamento do jovem Klaassen, de 21 anos. O meia é fruto das categorias de base dos Ajacien e que já veste a camisa 10 do time, depois da saída de Siem De Jong, vendido ao Newcastle. O placar do intervalo era de 1 a 0 para os donos da casa e o segundo tempo começou do mesmo jeito, com Sigthorsson perdendo uma chance, em boa defesa de Zoet. O jogo parecia controlado, mas o PSV conseguiu se recompor e virar.

LEIA MAIS: Quem é o favorito no holandês? O clássico começara a responder

Foi Luuk De Jong que puxou o contra-ataque pelo meio, sem a velocidade, que ele não tem, mas com boa visão de jogo. Ele lançou o ponta Luciano Narsingh, 23 anos, pela direita e o jogador foi até dentro da área para cruzar rasteiro e pegar a defesa do Ajax de calças curtas. Memphis Depay, um dos jogadores que chamou a atenção na Copa do Mundo pela Holanda, fechou do lado esquerdo para marcar, sem goleiro. Foi o empate, aos sete minutos.

Depois, foi a vez de De Jong receber pelo meio, esperar bem a passagem de Narsingh e rolar para o ponta do lado direito, que não desperdiçou. Chutou cruzado, sem chance para o goleiro Cillessen, aos 18 minutos. O Ajax tentou ir para cima, pressionar, mas o PSV controlou o jogo. Wijnaldum, 23 anos, outro jogador que se destacou na Copa, foi muito bem no meio-campo. Adam Maher, 21 anos, pelo lado direito do meio-campo, também fez boa partida.

O último gol foi mais uma jogada pastelão do que qualquer coisa. O goleiro Zoet, que teve uma ótima atuação, deu um chutão para frente. A bola pingou na frente de De Jong, o zagueiro Veltman bobeou junto com Blind e a bola sobrou para Jozefzoon, que finalizou cara a cara com o goleiro Cillessen para fechar a conta em 3 a 1, já aos 41 minutos. Foi o gol que matou o jogo, mas o PSV já vinha bem, em um segundo tempo que conseguiu ser melhor que seu rival.

Luuk De Jong, formado na Holanda, mas sem conseguir brilhar no exterior, voltou ao país ainda jovem e para tentar mostrar que é mais do que o que se viu na Alemanha e na Inglaterra. Wijnaldum já mostrou a capacidade na Copa e Narsingh vem mostrando sua força. Foram os jogadores que decidiram o jogo. No lado do Ajax, Klaassen ainda é muito inconstante em campo, acertando belos lances como o do gol do Ajax, mas errando passes bobos, como um para Blind no segundo tempo, de poucos metros. Algo normal para quem tem 21 anos. O que impressiona mesmo é a força da renovação do futebol holandês.

Veja a idade de cada um dos jogadores que entrou em campo neste domingo por Ajax e PSV:

Ajax

Cillenssen (25 anos); Van Rhijn (23), Veltman (22), Moisander (28) e Boilesen (22); Viergever (25), Blind (24) e Klaassen (21); Ghazi (19), Sigthorsson (24) e Schöne (28).

PSV

Zoet (23 anos); Brenet (20), Bruma (22), Rekik (19) e Willems (20); Wijnaldum (23), Hendrix (19) e Maher (21); Narsingh (23), Luuk De Jong (23) e Memphis Depay (20).

LEIA TAMBÉM:

SELEÇÃO: A seleção holandesa vem mudando o seu estilo, mas não sem discussão

ESPECIAL: Guia do Campeonato Holandes: os candidatos ao título