O goleiro do Lyon, Grégory Coupet, classificou como “suicida” a atuação de seu time nos minutos finais da partida contra o Milan nesta terça-feira. Depois de estar virtualmente classificado para a semifinal da Liga dos Campeões com o empate por 1 a 1 com os italianos, em San Siro, o time francês sofreu dois gols nos últimos quatro minutos e, pela terceira vez consecutiva, deu adeus à competição nas quartas-de-final.

“Fomos suicidas. Acho que confiamos demais que a classificação já estava garantida”, afirmou o guarda-metas francês. “Relaxamos e pagamos o preço. A falha foi totalmente nossa. Espero que aprendamos a lição.”

A exemplo de seus companheiros, Juninho Pernambucano também foi só lamentações. “Fizemos uma excelente partida por 87 minutos e tomamos um gol que jogou todo o trabalho por terra. Essa eliminação é mais dura ainda que a anterior”, comentou o brasileiro, ainda no estádio de San Siro. “Temos de lamentar, talvez, o resultado (0x0) em Gerland”, completou.