O Comitê de Apelação da Real Federação Espanhola de Futebol confirmou ontem a suspensão de Everton Giovanella, do Celta, por dois anos. O jogador foi flagrado em um exame antidoping antes da partida contra o Pontevedra, na temporada passada. O teste deu positivo para a substância nandrolona.

O clube apresentou um recurso na entidade solicitando a suspensão cautelar da medida. Porém, ele será estudado apenas na sexta, o que deixa Giovanella fora do confronto de amanhã contra o Baza, pela Copa do Rei.

A punição ao jogador havia sido anunciada em setembro, mas uma medida cautelar permitiu a Giovanella atuar pelo Celta durante este período. O clube tenta provar que as amostras da urina do atleta foram malconservadas.

Giovanella não se mostrou surpreso com a decisão do comitê. “Já esperava por isso, porque são as mesmas pessoas que me sancionaram”.