Onde vai se dar bem

A seleção camaronesa não jogar um futebol atraente e nem tem se destacado pela força ofensiva. Mas defensivamente, o time tem qualidades e, especialmente, no jogo aéreo. Muito forte fisicamente e jogando em um esquema bastante defensivo, o time tende a formar uma defesa, no mínimo, forte. Não que o time ajude, já que a organização não é grande coisa, mas a força física e a zaga é o ponto alto do time.

Onde vai se dar mal

O time é uma desunião total, tem problemas de relacionamento, Eto’o não se dá bem com os dirigentes e o time até chegou a atrasar o embarque para o Brasil para negociar a premiação pela Copa do Mundo. Não bastassem os problemas fora de campo, o time não vem bem também dentro das quatro linhas. O futebol apresentado é pobre e o time não consegue se impor contra quase ninguém.

Quem pode desequilibrar

O craque de Camarões continua sendo Samuel Eto’o. Aos 33 anos, não está em uma grande fase, mas ainda assim foi importante para o Chelsea em muitos jogos. Apesar disso, seu desempenho com a camisa dos Leões Indomáveis não tem sido bom e o jogador chegou a se aposentar duas vezes da seleção. Foi convencido a voltar e, apesar de todos os problemas, é quem pode mais assustar as adversários e marcar gols decisivos para decidir os jogos para o time de Camarões.

A carta na manga

Maxim Choupo-Moting não é uma revelação, mas, aos 25 anos, é o jogador que chega bem à Copa do Mundo e pode dar o seu grande salto na carreira. O jogador do Mainz 05 fez uma boa temporada e tem sido um jogador importante do time camaronês. Atua pelo lado esquerdo, tem força física e sabe marcar gols. Pode ser o nome de camarões, com alguma sorte.

Até onde deve chegar

Não passa da primeira fase. O time é o mais fraco que Camarões já chegou a uma Copa do Mundo e o grupo tem o Brasil, grande favorito, a Croácia, um time tecnicamente muito mais forte, e o México, que embora em má fase, ainda é um time melhor e de mais tradição em Copas do Mundo. Conseguir a classificação, para Camarões, seria um milagre.

>>> Voltar para a home do Guia da Copa do Mundo