Há 12 anos, a seleção brasileiro começou a Copa do Mundo de 2002 com muitas dificuldades. Poucos imaginavam que aquela Turquia avançaria até a semifinal do torneio e creditou-se o sofrimento ao típico nervosismo da estreia. Hasan Sas mandou os comandados de Luiz Felipe Scolari para os vestiários com a cabeça quente, ao abrir o placar nos acréscimos. Ronaldo conseguiu empatar, e a partida caminhava para terminar em 1 a 1 até os últimos minutos, quando o árbitro Kim Young-Joo marcou um pênalti bem contestável a favor do Brasil. Rivaldo fez o gol da vitória, antes de cavar a expulsão de um adversário com a capacidade incrível de levar uma bolada na coxa e sentir dor no rosto.

Leia mais: Aqui estão as convocações finais das seleções para a Copa 2014

A seleção holandesa começou a campanha de 1978 de forma mais tranquila. Venceu o Irã, por 3 a 0, todos os gols de Rep Resenbrink, mas não teve o mesmo final feliz do Brasil. Perdeu a decisão para a dona da casa Argentina. No Chile, em 1962, União Soviética e Colômbia protagonizaram um show de gols, mas ninguém venceu: o jogo de segunda rodada entre as seleções terminou 4 a 4.

1962: União Soviética 4 x 4 Colômbia

Segunda rodada
Estádio Carlos Dittborn, em Arica (CHI)
Gols: Ivanov (2), Chislenko e Ponedelnik (SOV); Aceros, Coll, Rada e Kilinger (COL)

1978: Holanda 3 x 0 Irã

Primeira rodada
Estádio Ciudad de Mendoza, em Mendoza (ARG)
Gols: Resenbrink (3)

2002: Brasil 2 x 1 Turquia

Primeira rodada
Estádio Munsu Cup, em Ulsan (COR)
Gols: Ronaldo e Rivaldo (BRA); Sas (TUR)

Você também pode se interessar por:

>>>> É melhor a Copa do Mundo começar logo, antes que mais alguém se machuque

>>>> Del Bosque definiu os atacantes, mas o que esperar deles?

>>>> Esta tabela periódica dos maiores atletas das Copas do Mundo ficou incrível

>>>> Passado negro das Copas: atacante sueco foi sequestrado pela ditadura em 1978

>>>> As camisas das 32 seleções, desta Copa e também das passadas, em um infográfico sensacional