Várias propagandas motivacionais pipocaram na internet brasileira na semana anterior à Copa. É um banco chileno evocando os mineiros, é a Coca-Cola argentina comparando um jogo da seleção argentina com sua vida. A Costa Rica passou batida, mas também teve seu reclame motivacional. No caso, da Don Pedro, produtor de arroz e feijão.

LEIA MAIS: Espanha? Holanda? Chile não teme nem a morte e os heróis das minas lembram disso

Bem, pelo desempenho dos costarriquenhos na primeira fase, funcionou. Ou o discurso de Jorge Luis Pinto realmente convenceu os jogadores ticos que Uruguai, Inglaterra e Itália eram superáveis, ou o arroz e feijão da empresa tem um poder nutricional muito maior do que qualquer um imagina. Aposto na primeira hipótese.