Entre uma janela de transferências e outra, os nomes de Thibaut Courtois e Eden Hazard sempre figuram no meio das possíveis vendas do Chelsea. Não que os Blues queiram se desfazer de dois de seus protagonistas, mas o assédio costuma ser constante – especialmente do Real Madrid, o destino preferido das especulações. Os contratos dos belgas não são tão longos, com o goleiro de vínculo firmado até 2019 e o camisa 10 assegurado ao menos até 2020. No entanto, o companheirismo dos compatriotas é importante para que os torcedores mantenham a confiança em suas permanências. Segundo Courtois, o desejo da dupla é chegar ao ápice juntos em Stamford Bridge.

“Eden e eu nos encorajamos para renovar o contrato. Ele diz que ‘se você assinar, eu também assinarei’, e eu repito a mesma coisa. Estamos felizes no Chelsea, nós ainda temos muito a contribuir. Fomos campeões duas vezes em quatro temporadas que eu estou aqui e podemos ter nosso auge juntos no Chelsea”, declarou o goleiro, em entrevista ao Evening Standard.

A renovação de contrato de Courtois, aliás, não deve ser um problema. O belga se mostra tranquilo quanto a isso, indicando que a assinatura está encaminhada: “O ano acabou de começar, então nós esperaremos algumas semanas e sentaremos à mesa. Estou feliz no Chelsea e o acordo está fechado. Isso é uma distração? Não para mim. Estou calmo e relaxado, pois estou fechado com o Chelsea. A despeito dos rumores e de tudo, estou focado no trabalho e feliz aqui”.

Sobre o mercado de transferências, Courtois manteve a cautela, apoiando uma mentalidade de não assumir riscos em um elenco que já é bastante completo: “É fácil dizer ‘faça grandes contratações’, mas o mercado está maluco. O preço pago nos jogadores é exagerado. Eu entendo o ponto de vista do clube. Você não pode ignorar isso. Você não pode pedir a um clube pagar um valor excessivo por um jogador. É isso que acontece na Premier League agora, e todo mundo percebe isso”.

Por fim, Courtois destacou como a manutenção de Hazard é importante para as ambições dos Blues: “Perder um jogador como Eden seria péssimo para nós. Ele é irreplicável. Com o dinheiro que conseguiríamos, você pode comprar cinco jogadores, mas nenhum deles será como Eden. Seria como se o Barcelona perdesse Messi ou o Real Madrid com Cristiano Ronaldo. Sempre existirão times interessados em contratar os melhores. Mas se o Chelsea tem a ambição de ser o melhor clube no mundo, esse tipo de jogador precisa ficar”.