A decepção foi enorme para a torcida do Liverpool na viagem para enfrentar o Bournemouth, na temporada passada da Premier League. A vantagem de 3 a 1, a 25 minutos do fim, transformou-se em derrota por 4 a 3 e em mais uma demonstração da incapacidade desta equipe de administrar um resultado favorável. Mas a vingança foi impecável. Os Reds não tiveram trabalho para golear o Bournemouth, por 4 a 0, neste domingo.

LEIA MAIS: O golaço de Salah ficará na memória, mas o Liverpool sai muito insatisfeito do dérbi

Foi Coutinho quem abriu a contagem. Depois dos problemas no começo da temporada, com a transferência frustrada para o Barcelona e dores que o tiraram de alguns jogos, o brasileiro vem crescendo de rendimento. Marcou três vezes na goleada por 7 a 0 sobre o Spartak Moscou e contribuiu com um tento e duas assistências no 5 a 1 contra o Brighton.

Neste domingo, fez 1 a 0 com uma bela jogada individual. Recebeu na intermediária, pela esquerda, e carregou até a área, sempre ameaçando mudar de direção e com muita técnica. Na hora decisiva, deu o drible, ajeitou e bateu no canto. Ainda cobrou o escanteio que terminou no gol de Lovren e deu o passe para Firmino fazer o quarto. O outro gol foi marcado por Salah, em outra boa ação individual, o 14º dele na Premier League.

O Liverpool volta ao G4 da Inglaterra, com 34 pontos, um a mais que o Arsenal, quinto colocado. O Bournemouth, 16º, não ganha há seis rodadas.

.