Rickie Lambert decidiu encerrar a sua carreira nos gramados. Aos 35 anos, o atacante-ex-Southampton e Liverpool, estava sem clube desde a sua saída do Cardiff, em julho. O jogador viveu uma daquelas histórias fantásticas no futebol, um conto de fadas que o levou das divisões inferiores ao time do coração, o gigante Liverpool. Como ele mesmo descreveu, sua carreira superou “seus sonhos mais loucos”. Artilheiro de divisões inferiores da Inglaterra, foram 208 gols em 607 jogos.

LEIA TAMBÉM: Huddersfield 0 x 4 Tottenham: a sede gols de Harry Kane é insaciável

Início difícil

Nascido em Kirkby, região próxima a Liverpool. Ingressou nas categorias de base do Liverpool aos 10 anos, mas foi dispensado aos 15. Buscou um novo clube e, aos 16 anos, foi para o Blackpool em agosto de 1998. Um ano depois, em agosto de 1999, fez a sua estreia profissional. Em novembro de 2000, sem conseguir se firmar, foi dispensado pelo clube.

Para ganhar a vida, aos 18 anos, ele passou a trabalhar em uma fábrica que trabalha com beterraba, em Merseyside, mas não desistiu do sonho de ser jogador profissional. Ele foi então jogar pelo Macclesfield Town em março de 2001. O clube era da terceira divisão na época e ele marcou seus dois primeiros gols profissionais em um mesmo jogo: um empate por 2 a 2 com o Forest Green Hovers, no dia 17 de novembro daquele ano. Uma semana depois, ele marcou o chamado hat-trick, com três gols contra o Luton Town.

Em 2002, o Stockport County pagou £ 300 mil para o Macclesfield Town, recorde recebido pelo clube. A passagem pelo novo clube não foi das melhores. Foram apenas dois gols na temporada 2002/03, mas com um desempenho melhor em 2003/04, com 12 gols em 40 jogos. Em 2004/04, quatro gols em 29 jogos. Acabou dispensado.

Artilheiro das divisões inferiores
Rickie Lambert comemora o acesso do Southampton à Premier League, em abril de 2012 (Photo by Michael Steele/Getty Images)

Rickie Lambert comemora o acesso do Southampton à Premier League, em abril de 2012 (Photo by Michael Steele/Getty Images)

Foi contratado pelo Rochdale, da quarta divisão, em fevereiro de 2005, aos 23 anos. Depois de dois anos – com 22 gols marcados em 46 jogos na temporada 2005/06 -, ele foi contratado pelo Bristol Rovers, no dia do fechamento da janela, em 31 de agosto de 2006. Foram três temporadas completas pelo clube, sendo o ano de 2008/09 o melhor: 45 jogos, 29 gols. No total, 155 jogos pelo Bristol Rovers e 59 gols. Foi vendido ao Southampton, então recém rebaixado à League One, terceira divisão da Inglaterra. Custou £ 1 milhão.

Foi no Southampton o melhor momento da sua carreira. Logo no seu primeiro ano, 2009/10, foram 30 gols em 45 jogos. No ano seguinte, outros 21 gols e o acesso à segunda divisão. Mais 27 gols na segundona, que resultou em acesso à Premier League. Então foram 15 gols em um ano, 13 gols em outro. Em agosto de 2013, foi convocado pela primeira vez à seleção inglesa. No total, foram 11 jogos e três gols. Entrou em campo em um dos jogos da Copa do Mundo de 2014.

Depois de 235 jogos e 117 gols, foi para o Liverpool em junho de 2014. Foi apenas uma temporada atuando pelo clube de coração. Foram 36 jogos pelos Reds, três gols. A temporada decepcionante no time o levou em 2015 ao West Bromwich. Novamente, a passagem não foi muito boa: 26 jogos e só um gol. A temporada 2016/17 foi pelo Cardiff. Foram 19 jogos e quatro gols marcados. Seu último gol foi marcado no dia 26 de novembro, contra o Aston Villa, em uma derrota por 3 a 1.

As palavras do adeus
LONDON, ENGLAND - AUGUST 14: Rickie Lambert of England (C) celebrates with team-mates Gary Cahill of England (L) and Danny Welbeck of England (R) after scoring a goal during the International Friendly match between England and Scotland at Wembley Stadium on August 14, 2013 in London, England. (Photo by Mike Hewitt/Getty Images)

LONDON, ENGLAND – AUGUST 14: Rickie Lambert of England (C) celebrates with team-mates Gary Cahill of England (L) and Danny Welbeck of England (R) after scoring a goal during the International Friendly match between England and Scotland at Wembley Stadium on August 14, 2013 in London, England. (Photo by Mike Hewitt/Getty Images)

“Me sinto sortudo por estar envolvido neste esporte por tanto tempo quanto eu estive”, disse Lambert, no comunicado que anunciou a aposentadoria. “Eu tive alguns altos e baixos na minha carreira, mas eu joguei por clubes como Southampton, Liverpool e joguei pelo meu país em uma Copa do Mundo, o que superou meus sonhos mais loucos”, disse o agora ex-jogador.

“Jogar e marcar pela Inglaterra é provavelmente meu momento profissional que mais me orgulho e eu irei olhar para trás em todos aspectos de como eu cheguei ali com boas lembranças”, continuou o jogador.

“Eu gostaria de agradecer a todos os torcedores de todos os clubes que eu joguei, mas especialmente aos do Southampton, onde eu vivi os meus melhores anos como jogador e eu tive um relacionamento especial com todo mundo ligado ao clube”, declarou Lambert. “Obrigado a todos os jogadores que eu joguei e aos técnicos pelos quais joguei ao longo da minha carreira, foi uma honra jogar com todos vocês”, disse ainda o atacante.

Lambert pretende ficar afastado do futebol por um tempo para, segundo ele, se dedicar a ser marido e pai e aproveitar o tempo livre com a família. Depois, ele diz, quer voltar a trabalhar com futebol.

O único jogo de Rickie Lambert pela Inglaterra na Copa do Mundo de 2014, contra o Uruguai (Photo by Clive Rose/Getty Images)

O único jogo de Rickie Lambert pela Inglaterra na Copa do Mundo de 2014, contra o Uruguai (Photo by Clive Rose/Getty Images)