David Luiz é um dos jogadores mais carismáticos desta seleção brasileira e um dos seus maiores craques. Provavelmente, é o mais querido pela torcida brasileira desde o auge de Ronaldo, em 2002. Depois do jogo em que fez um golaço e selou a classificação do Brasil para as semifinais da Copa, a primeira vez desde o penta, abundaram na internet declarações de amor sincero, amor verdadeiro ao Side Show Bob canarinho. Pedidos de casamento? Teve como se não houvesse amanhã, como mostra o Twitter. Não é pra menos.

FUTEBOL É MAIS DO QUE UM JOGO: Não há coração maior nesta Copa do que o de Georgios Samaras

ELE É MALA, MAS É DO BEM: Cristiano Ronaldo dá o primeiro passo para a sua beatificação 

A cena da partida, uma das maiores desta Copa, é o abraço de David Luiz no colombiano James Rodriguez. Ele consolou o colega como poucas vezes se viu depois de uma partida tão tensa.  Eu já tinha visto abraços protocolares, trocas de camisas. Mas não me lembro, nestas minhas três décadas de memória futebolística, de uma cena tão marcante: o destaque do time vencedor vai lá e abraça o destaque do time que perdeu (se você tiver algumas dicas, pode deixar ai na área de comentários). E não abraça com aquela cara de quem diz “estou te abraçando só para você sentir mais de perto a minha vitória”. Abraça na linha “cara, eu sei o que você está sentindo, fica sussa, vai passar, você é bom, é só o começo de uma carreira bacana pela frente”. Há uma empatia verdadeira, sincera, nesse abraço.

A gente se acostuma a esperar escrotices das pessoas, ainda mais num ambiente tão competitivo quanto a Copa do Mundo. Quando um cara faz o extremo oposto da escrotice, ele merece nossos aplausos. A sinceridade e a generosidade não fazem bem só ao futebol. A cena de David Luiz faz bem ao mundo. Ela dá à vitória um enorme sentido de empatia.

5 FORMAS DE VER O JOGO: Brasil encurrala Colômbia, mas susto no final serve para colocar os pés no chão

Para vencer, afinal, você não precisa humilhar nem tripudiar de ninguém. Parece óbvio, nem sempre é. Porque, afinal, a vida não é só vitória nem só derrota – é muito mais complicada. Quem está bem hoje está mal amanhã, aquelas coisas que a gente sabe, mas poucas vezes pratica. Portanto, quando o jogo terminou, David Luiz e sua enorme cabeleira deram um sentido MORAL a essa vitória da seleção como poucas vezes eu vi após uma partida de futebol.  É um dos legados mais bonitos desta Copa.

E, para homenagear David Luiz, reunimos uma série de imagens e vídeos que mostram por que, afinal, ele é um dos jogadores mais carismáticos em atividade na galáxia. Valeu, David!

David Luiz consola o colombiano James após o fim da partida  (AP Photo/Themba Hadebe)

David Luiz consola o colombiano James após o fim da partida (AP Photo/Themba Hadebe).

David Luiz se divertindo horrores na Inglaterra – sim, ele seria o destaque do churrasco da sua casa no final de semana.

David Luiz

David Luiz ao lado do menino que invadiu o treino da seleção (reprodução: Instagram).

E temos David Luiz no programa Esquenta, da TV Globo, onde ele mostrou que não a picardia não pode morrer/não deixe a zoeira acabar.

David Luiz salvando o Brasil na final da Copa das Confederações, em 2013.

E um pouco mais de David Luiz se divertindo neste mundão… Porque, afinal, David Luiz é só mais um brasileiro igual a eu e você curtindo a vida na Inglaterra.