Era fácil encontrar a partida mais interessante da última rodada do Campeonato Italiano. Lazio e Internazionale disputaram no Olímpico um confronto decisivo para a definição do último classificado à próxima Champions League. E a partida entregou tudo que prometeu: um duelo eletrizante, nervoso, brigado, bem jogado e que, no fim, terminou com vitória da Inter, por 3 a 2, depois de estar duas vezes atrás no placar. Os nerazzurri disputarão o principal torneio da Europa na próxima temporada pela primeira vez em sete anos. 

LEIA MAIS: 20 anos da Inter campeã da Copa Uefa: Ronaldo cumpre o desejo nerazzurro

Foi uma vitória de caráter da Internazionale. Na bola e na técnica, os homens de Spalletti foram amplamente dominados pela Lazio. E no contexto geral da temporada, talvez a equipe da capital tenha jogado melhor também. Mas os interistas compensaram com uma brava postura, mesmo quando as coisas corriam mal. A derrota para o Sassuolo foi quase mortal. Veio uma nova chance com o empate da Lazio com o Crotone e, desta vez, a Inter não a deixou escapar. 

Quem deu as cartas no começo da partida, porém, foi a Lazio. Pressão pura. Luiz Felipe perdeu, Handanovic pegou cabeçada de Milinkovic-Savic, e Marusic abriu o placar. Quer dizer, Perisic: o chute da entrada da área desviou no rosto do croata e enganou o goleiro da Inter. Icardi teve a chance no outro lado, interceptando a saída de Stefan Radu, mas bateu mascado para fora. 

Mais um susto da Lazio: Milinkovic-Savic cobrou falta da entrada da área e carimbou a trave. A Inter mal conseguia furar a defesa adversária. Precisou de um escanteio e circunstâncias raras para empatar. D’Ambrosio se enrolou todo com Strakosha, mas conseguiu dar uma puxeta para marcar. A Inter animou-se com a igualdade e esboçou uma pressão. Bem neste momento, a Lazio escapou em contra-ataque. Lulic achou um passe entre os zagueiros, e Felipe Anderson fez 2 a 1. 

Mesmo sem conseguir encontrar espaços, a Inter voltou do intervalo tentando pressionar a Lazio. Mas toda hora que a adversária pegava na bola e armava os contra-ataques o perigo era iminente. Perisic apareceu duas vezes dentro da área, mas em ambas Strakosha conseguiu abafar. Aos 30 minutos, o árbitro marcou pênalti, em toque de mão de Savic. Após checar o árbitro de vídeo, voltou atrás.

E foi bem nesse momento que tudo mudou. Uma sequência de eventos atingiu a Lazio, que não conseguiu reagir. Faltavam 15 minutos. Simone Inzaghi trocou Immobile pelo lateral esquerdo Jordan Lukaku. Três minutos depois, Stefan De Vrij, já praticamente acertado para ser da Inter na próxima temporada, deu carrinho em Icardi dentro da área. Pênalti. O capitão interista bateu e empatou. No minuto seguinte, Lulic foi expulso por levar o segundo cartão amarelo. E dois minutos depois, Vecino empatou de cabeça, em cobrança de escanteio.

A Lazio desmoronou em questão de cinco minutos. Não conseguiu mais encontrar o chão. A Inter conseguiu tocar a bola no ataque durante alguns minutos, mas não evitou a pressão final da adversária, que buscou alguns escanteios infrutíferos. No último suspiro, no último tempo da última partida, a Internazionale buscou a virada contra a Lazio e se classificou à Champions League em quarto lugar. Uma derrota sofrida para o bom trabalho de Inzaghi à frente da equipe da capital.