Uma semana após o fim do Campeonato Brasileiro, foi a vez de diversos torneios na América do Sul terem seu desfecho. Na Argentina, quatro times chegaram com grandes chances de levar o título do Torneo Inicial e com jogos simultâneos entre si para definirem quem seria o campeão. No Uruguai, a disputa do Apertura também era bastante acirrada, e três times brigavam pela taça, que acabou conquistada por aquele em que poucos apostavam.

A Colômbia foi outro país que teve seu campeão definido neste final de semana. Atlético Nacional e Deportivo Cali jogaram no Estádio Atanasio Girardot, que estava completamente lotado, após terem empatado em 0 a 0 no jogo de ida. A partida acabou confirmando uma das equipes como soberana no país. O Peru também teve sua final, mas, por causa de um regulamento injusto, Universitario e Real Garcilaso precisarão de um terceiro jogo para saber quem leva o Torneo Descentralizado de 2013. Confira todas essas histórias e aqueles que sorriram por último.

Ninguém destoou na Argentina, e San Lorenzo confirmou o título

A igualdade marcou a disputa do Torneo Inicial e foi ela que definiu o campeão da competição neste domingo. Vélez Sarsfield, San Lorenzo, Newell’s Old Boys e Lanús entraram na rodada todos com chances de levar o título e se enfrentariam entre si. Os empates nas duas partidas acabaram mantendo tudo como estava antes da última rodada e sagrou o San Lorenzo como campeão.

O Newell’s recebeu o Lanús em jogo eletrizante no Estádio Marcelo Bielsa, foi levemente superior e esteve duas vezes à frente no placar, o que levaria a decisão do Inicial para um jogo extra entre o time de Rosário e o San Lorenzo. Os granates, no entanto, foram buscar o empate duas vezes, e o jogo terminou em 2 a 2. O resultado no Marcelo Bielsa deixava o Vélez Sarsfield a um golzinho de ser o campeão, mas o San Lorenzo, com grande atuação do goleiro Sebastián Torrico, conseguiu segurar o ímpeto dos anfitriões e, com um 0 a 0 no placar, chegou aos 33 pontos e levou o Torneo Inicial. Todos os outros três terminaram a competição com 31 pontos

46 mil vozes comemoram ano perfeito do Atlético Nacional na Colômbia

Estadio Atanasio Girardot Atlético Nacional

Após um empate em 0 a 0 no jogo de ida, o Atlético Nacional recebeu o Deportivo Cali em um abarrotado Anastasio Girardot, com 46 mil pessoas empurrando o time em busca do título do Torneo Finalización 2013. Campeões do Apertura, os Verdolagas fizeram valer o mando de campo e o maciço apoio que tiveram, dominaram os Verdiblancos e venceram por 2 a 0, gols de Duque Montoya e Oscar Fabián Murillos, para ficar com a taça. A campanha durante a fase regular já não deixava dúvidas do favoritismo dos comandados de Juan Carlos Osorio: líderes nos pontos corridos e em seu grupo nos quadrangulares semifinais.

Campeão também da Copa Colombia, diante do Millonarios, o Nacional fechou o ano vencendo tudo no país e certamente entra na Libertadores do ano que vem como um dos estrangeiros mais fortes que os brasileiros poderão encarar.

Duas partidas não foram suficientes no Peru

O Real Garcilaso havia vencido o Universitario por 3 a 2 no jogo de ida da final do Torneo Descentralizado e precisava de apenas um empate na partida de volta, em Lima, para ficar com o título. No entanto, o resultado ao final dos 90 minutos passou longe disso. Com gols de Diego Guastavino, Sebastián Fernández e Rafael Guarderas e muita superiorida, especialmente no primeiro tempo, o Universitario venceu por 3 a 0 e só não ficou com a taça porque o regulamento do Campeonato Peruano não tem o saldo de gols como critério de desempate. O campeão agora será definido em um terceiro jogo, a ser realizado nesta quarta-feira, no Estádio Huancayo. Com que moral chega o Garcilaso depois do passeio na capital?

Tropeços de concorrentes garantem festa do Danubio no Uruguai

Danubio Comemoração

O Danubio entrou na rodada final do Apertura do Uruguai na terceira colocação e pouco cotado para ficar com o título da competição. River Plate e Nacional tinham 30 pontos, um a mais que o Danu, e enfrentariam, respectivamente, Defensor e Fénix, times de má campanha. No entanto, o improvável entrou em campo, o River não passou de um empate por 1 a 1, o Defensor foi derrotado por 2 a 1, e apenas o Danubio conseguiu lograr uma vitória, por 1 a 0, contra o Sul-America. Sete anos após sua última conquista do Apertura, o time volta a levantar a taça do torneio da primeira metade da temporada.