Poucas vezes houve uma disparidade tão grande entre os maiores times da Escócia quanto atualmente. Neste domingo, o Celtic aplicou uma impiedosa goleada por 4 a 0 sobre o Rangers e se classificou à decisão da Copa da Escócia, estendendo sua invencibilidade no Old Firm para 13 partidas. O Rangers não vence o seu maior rival desde 2012.

LEIA MAIS: Rangers 2 x 3 Celtic: o Old Firm teve tudo que um clássico deste tamanho merece

O Celtic foi avassalador no primeiro tempo. Antes dos cinco minutos, Dembélé acertou a trave. McGregor quase fez um gol olímpico. Aos 22, após troca de passes, Rogic recebeu dentro da área, arrumou para a perna direita e colocou no canto: 1 a 0. Antes do intervalo, McGregor aproveitou um corte displicente da zaga do Rangers e ampliou.

O negócio ficou bem difícil para o Rangers no começo do segundo tempo. Dembélé simplesmente jantou McCrorie. Arrancou do meio-campo e ganhou na velocidade e no físico para entrar na área à frente. O único recurso restante ao zagueiro do Rangers foi cometer o pênalti. Recebeu o cartão vermelho, e Dembélé fez o terceiro, cobrando a penalidade com cavadinha.

O Rangers respondeu exigindo algumas defesas de Gordon. A chance mais clara caiu nos pés de Alfredo Morelos, um especialista em perder gols. O zagueirão do Celtic cortou um passe para trás e quase fez um golaço contra. A bola acertou o travessão e sobrou para Morelos, livre, com Gordon sentado no chão. Ainda assim, o colombiano conseguiu chutar em cima da perna do goleiro. Ntcham, também de pênalti, fechou o placar.

O Celtic de Brendan Rodgers caminha para conquistar a segunda Tríplice Coroa escocesa seguida. Já colocou a Copa da Liga na bagagem, está próximo do sétimo título da liga nacional seguido e enfrenta o Motherwell, na decisão da Copa da Escócia, em maio.