Luiz Felipe Scolari, no Chelsea (Foto: AP)

Desconstruindo Mitos Europeus #1 – o famoso planejamento dos clubes

“Europa não demite técnico” é a versão futebolística do “tamanho não importa”.

Apenas no Italianão, foram 14 técnicos demitidos esse ano. Deve rolar um Calciopoli pra apostas apenas nisso, inclusive. Na Segundona o número aumenta pra 20 coitados que perderam o emprego. “Ah, mas a Itália não conta, o país é uma bagunça, latino, passional”, diriam.

Leia mais: Volta, Orkut! Edição: Infelizmente não deu

Então vamos pra fria e cautelosa Alemanha, onde a temporada brindou com oito técnicos no olho da rua. Ano passado foram sete, e dois anos atrás foram 12, o que significa que não é algo ocasional, uma coincidência dessa temporada. Outros 10 caíram nos times da segunda divisão, o que prova que quanto menor e mais fracassado o time, mais a chance de “planejamento” ser uma grande falácia.

No Francesão foram seis trocas, no Portuguesão oito, e no Espanholão apenas quatro — provável porque não faça sentido trocar de técnico só pra perder do Barcelona e Real Madrid. Na gloriosa Rússia, onde os times estão todos caindo em mãos de milionários que gerenciam como se fossem uma franquia do McDonalds, bailaram 17 treinadores.

Tem as exceções, claro, como o sujeito que ficou 27 anos a frente do time. O time que como não tava ganhando mais nada demitiu o sujeito substituto após menos de um ano no cargo. Um time que joga o campeonato que teve 10 trocas de técnico na temporada.

Isso sem nem contar da perspectiva de alguns técnicos, que rodam pelos times mais que garota de programa de pracinha, os “pofexôs” europeus. No final essa história de planejamento e continuidade é só uma grande ladainha repetida tantas vezes que virou verdade. Não há mundo paralelo no futebol. Se a coisa não anda, é tchau sem amor. Isso no Brasil, na Inglaterra ou no Butão.

Não tem pojéto, não.

Você também pode se interessar por:

>>>> Como nenhum desses jogadores foi se desenvolver na Europa?

>>>> As nabas que seu clube mandou para a Europa – Edição Coritiba

>>>> Saiba se você torce de verdade para seu time europeu ou está só seguindo a moda

>>>> Corneta Europa comemora 36 anos de ruindade de Puyol com muitas imagens

>>>> Dossiê Ibrahimovic – O Araketu quando toca