Diego Souza anda virado pra lua. Não bastasse a fase esplendorosa desde o Campeonato Brasileiro e as convocações à Seleção, o meia-atacante desandou a protagonizar lances acrobáticos durante esta semana. Não que eles sejam uma raridade em sua carreira ou mesmo em sua passagem pelo Sport. Nos últimos dias, ainda assim, o camisa 10 vem humilhando. No final de semana, marcou de bicicleta contra o Campinense, em vitória que valeu a classificação às semifinais da Copa do Nordeste. Já nesta quarta, brilhou em dose dupla: deu uma assistência de bicicleta, enquanto balançou as redes de voleio. Levou a torcida na Ilha do Retiro à loucura, com o ótimo triunfo por 3 a 0 sobre o Danubio pela primeira fase da Copa Sul-Americana. O jogo de volta, em Montevidéu, acontece em maio.

VEJA TAMBÉM: Diego Souza e Marinho garantiram a Série A mais rubro-negra, mais nordestina

O primeiro lance espetacular de Diego Souza aconteceu aos 34 minutos. E o camisa 10 demonstrou vários predicados na jogada. Após cobrança de escanteio, protegeu a bola cercado pela marcação. Improvisou na linha de fundo e, depois de levantar, emendou a bicicleta. Teve a felicidade de encontrar Rithely, que completou de cabeça. Tinha mais. Sete minutos depois, até parecia que todo mundo queria repetir as acrobacias. André e Rogério tentaram a bicicleta, mas ninguém teve a competência de Diego Souza. A zaga afastou parcialmente e, de primeira, o meia-atacante acertou um lindo voleio.

Durante o segundo tempo, ainda deu para acontecer outro golaço. Em cobrança de falta na entrada da área, apesar do ângulo difícil, o jovem Fabrício chutou com personalidade e mandou a bola na gaveta. Em sua quinta partida pela equipe principal, o meio-campista de 18 anos não conteve as lágrimas e chorou com o primeiro gol. Grande momento para coroar a ótima vitória do Sport, que já coloca um pé na próxima fase da Copa Sul-Americana.