Uma pausa para se concentrar em seu clube. Assim, Dietmar Hamann justificou hoje seu pedido de afastamento temporário da seleção alemã. O meia pediu a Jürgen Klinsmann para que não o convocasse até o final da temporada. Ele deseja agora se dedicar mais ao Liverpool.

Apesar do pedido, Hamann afirmou estar à disposição do Nationalelf, se Klinsmann assim o desejar, para a disputa da Copa. “O Mundial no meu país continua é um grande evento que não quero perder. Este continua sendo meu objetivo”, declarou.

Hamann vestiu a camisa alemã pela última vez no amistoso contra a Holanda, em agosto (2 a 2). O meia, de 32 anos, teve uma atuação bastante criticada.