O futuro de Giovanni Trapattoni depende do desempenho do Stuttgart até o Natal. Dieter Hundt, diretor-geral do clube, declarou nesta quinta que o italiano pode receber um amargo presente caso o time continue com o fraco desempenho.

“Vamos disputar seis jogos daqui até o Natal. Estes seis jogos são seis finais. Não temos ganho nem dado demonstrações de segurança. Nossa posição na classificação não corresponde às minhas expectativas e esperanças, declarou o dirigente em uma entrevista ao diário Die Welt.

O Stuttgart ocupa a oitava posição na Bundesliga, com 17 pontos ganhos em treze rodadas. Na última rodada, o time empatou por 2 a 2 em casa com o Hannover 96, no último domingo.

O objetivo traçado pelo Stuttgart nesta temporada seria a classificação para a Liga dos Campeões. Porém, a equipe cumpre uma campanha discreta, com três vitórias e oito empates. “Nas partidas desta temporada, o estilo de jogo esteve bem longe do mínimo esperado”, criticou Hundt.

Mesmo assim, o dirigente frisou que não se trata de um ultimato. “Queremos trabalhar a longo prazo e ganhar títulos com ele. Todos os sinais ainda estão verdes”, destacou.