Apesar de toda a pancadaria ocorrida logo após a eliminação da Copa, o vice-presidente da federação turca criticou a abertura de uma investigação da Fifa sobre os atos de violência em Istambul, nesta quarta.

´As declarações de Blatter foram com as de um torcedor suíço e foram infelizes. Talvez ele tenha se esquecido do que aconteceu na partida de ida, quando nos vaiaram enquanto o hino turco era tocado. Além disso, Alexander Frei ofendeu Fatih Terim´, atacou Sekip Mosturoglu.

´Fizemos uma reclamação contra a Suíça. O que aconteceu nesta quarta está bem documentado, da mesma forma como está bem documentado o fato que dois policias turcos foram para o hospital depois de ser agredidos por alguns jogadores suíços´, acusou.

O presidente da Fifa declarou na manhã desta quinta ter ficado ´louco de raiva´ ao ver as cenas violentas no estádio. A Fifa estuda a possibilidade de uma dura punição para a Turquia, que poderia até ser excluída das eliminatórias da Copa de 2010.

Ao final da partida, jogadores e policias turcos agrediram jogadores e membros da comissão técnica da Suíça. Stéphane Grichting levou um chute na região genital e precisou de cuidados médicos, pois teve uma perfuração no canal urinário. O defensor recebeu um cateter e já deixou o hospital.