É impossível jogar bem sempre, mas as atuações do Barcelona estão sendo bem abaixo do esperado. A vitória deste sábado contra o Betis veio pela força do time, por dois pênaltis e por um gol contra. O primeiro pênalti foi bastante claro, enquanto o segundo foi discutível – a eterna discussão quando a bola bate na mão de um defensor dentro da área. Alguma dose de sorte do Barcelona, mas também alguma boa vontade da arbitragem também. E a vitória por 3 a 1 sobre o Betis manteve o time na disputa pelo título, um ponto atrás do Atlético de Madrid.

>>>> Mais uma arbitragem ruim e mais um jogo do Barcelona termina em polêmica

Foram quatro pênaltis nos últimos quatro jogos do Barcelona. Alguns discutíveis, outros claros, mas o dado é esse. Messi é um batedor excelente, apesar de no segundo pênalti contra o Betis ele ter desperdiçado a cobrança, mas marcado no rebote. O Betis, ao contrário do que pode se pensar, foi um adversário duro para o Barcelona. Fez uma partida boa especialmente no segundo tempo. Com o jogo em 1 a 0 para o Barça, o time pressionou e chegou a ameaçar. Só que o gol contra de Jordi Figueiras jogou um balde de água fria.

O segundo pênalti marcado selou a vitória do Barcelona, aos 41 minutos. Uma vitória que não empolga muito o torcedor, ainda mais considerando o enorme desafio da quarta-feira, quando o time joga com o Atlético de Madrid no estádio Vicente Calderón, na capital, por uma vaga na semifinal da Liga dos Campeões.

>>>> Empate no Camp Nou no jogo de ida só torna a volta entre Atlético de Madrid e Barcelona ainda mais imprevisível 

O número de pênaltis para o Barcelona é um pouco impressionante.  Com os dois deste sábado, o time já marcou 10 gols desta forma. Quatro deles nos últimos quatro jogos. O Atlético tem cinco pênaltis a seu favor e o Real Madrid tem seis. O Barcelona é o time que mais teve pênaltis a seu favor, seguido pelo Rayo Vallecano, que tem sete. Não quer dizer que o time seja favorecido, mas é uma coincidência que tem ajudado demais o time da Catalunha nos últimos jogos.

Com os dois gols, Lionel Messi chegou a 25 gols no Campeonato Espanhol, empatando com Diego Costa, que ficou fora do jogo do Atlético por lesão, e já encosta na artilharia, que ainda está com Cristiano Ronaldo, com 28. Como o português também não atua na rodada, poupado por Carlo Ancelotti com uma lesão, a diferença irá se manter até a próxima rodada. Aliás, o próximo fim de semana deve marcar uma rodada bastante quente do Espanhol. Não pelos adversários, já que o Barcelona enfrenta o Granada fora de casa, o Real Madrid pega o Almería em casa e o Atlético de Madrid sai para enfrentar o Getafe. A grande questão será como Barcelona ou Atlético de Madrid irão encarar a eliminação na Liga dos Campeões.

>>>> Barcelona terá que mostrar que La Masía é realmente boa depois de ser proibida de contratar pela Fifa

Protesto

Os torcedores do Barcelona protestaram contra a punição da Fifa ao clube por irregularidades nas suas categorias de base. O enorme cartaz levado pelos torcedores mostra o quanto La Masía é importante para o imaginário do torcedor do time catalão.

Protesto dos torcedores do Barcelona no Camp Nou: La Masía é valorizada (AP Photo/Manu Fernandez)

Protesto dos torcedores do Barcelona no Camp Nou: La Masía é valorizada (AP Photo/Manu Fernandez)

Mais de futebol Espanhol:

Desfalcado e cansado, o Atlético de Madrid, adversário do Barcelona na Liga dos Campeões, sofreu, mas venceu e continua na liderança do Campeonato Espanhol

A proibição de contratar jogadores pode ser um grande problema para o Barcelona. Veja a análise