Raymond Domenech reagiu às vaias dirigidas à seleção francesa durante o amistoso desta quarta contra a Eslováquia. O treinador condenou a atitude dos torcedores, sobretudo às críticas em cima do goleiro Fabien Barthez. Os Bleus perderam por 2 a 1, a primeira derrota da equipe sob o comando do treinador.

O treinador criticou o comportamento da torcida presente no Stade de France. “Não entendo que se tenha uma memória tão curta e que se vaie um jogador que vista a camisa da França. Acho isto inadmissível. Para mim, é pior do que a derrota. Estou decepcionado com parte do público que esqueceu ser este um jogo da seleção. Neste caso, teria sido melhor nem ter vindo”, reclamou.

Sobre a partida, Domenech procurou ver o lado positivo após a derrota. “Perder é um verdadeiro desprazer. Não podemos ficar contentes, mas não houve nada de grave. Vimos sobretudo o que passou no gramado. Vi vontade e jogadores que se adaptaram bem ao novo sistema adotado no meio-campo. Faltou apenas uma coisa: eficiência. Foi uma pena não ter marcado no melhor momento. Foi decepcionante a derrota; porém, houve um lado interessante, que funcionou bem”, afirmou.