23 de agosto de 2010, primeira rodada da Bundesliga 2010/11. A novidade no time do Borussia Dortmund, derrotado por 2 a 0 pelo Bayer Leverkusen, era um jovem atacante japonês, de 21 anos. Shinji Kagawa estreou pelo time aurinegro como titular, o início de uma rápida e vitoriosa passagem pela Alemanha, que culminou com dois títulos nacionais e uma Copa da Alemanha.

Daí até 5 de junho de 2012, quando o Manchester United anunciou o atleta, Kagawa entrou em campo 71 vezes com a camisa do Dortmund, marcando 29 gols, apenas cinco jogos começando no banco de reservas. Os torcedores germânicos ficaram tristes com a saída da importante peça, mas tinham algo a comemorar: comprado junto ao Cerezo Osaka por apenas € 350 mil, Kagawa rendeu aos cofres do Borussia Dortmund € 16 milhões, 45 vezes mais. E é exatamente isso que o clube alemão pretende fazer ao contratar outro jovem nipônico…

Fórmula correta?

Mitsuru Maruoka nasceu em 6 de janeiro de 1996 e tem passagens pelas seleções de base do Japão (do sub-16 até o sub-18, onde está atualmente), embora não seja titular. No Campeonato Japonês 2013, em que o Cerezo Osaka foi o quarto colocado, ficando de fora da Liga dos Campeões da Ásia 2014, Maruoka não vestiu a camisa do time.

Pudera, ele nem faz parte do plantel principal do Cerezo Osaka, apenas do sub-18, que disputa a Takamado Cup, enorme torneio de base do Japão, com quatro divisões e aberto a equipes das universidades. Mesmo com tão pouca história para contar, Mitsuru Maruoka verá sua vida mudar bruscamente a partir do próximo dia 6 de janeiro.

Na data em que comemora 18 anos, o jovem atleta desembarca em Dortmund para assinar contrato de empréstimo com os aurinegros e tem até 30 de junho de 2015 para mostrar serviço ao técnico alemão David Wagner, 42 anos, comandante do time B (sub-23).

Mitsuru Maruoka vai jogar a terceira divisão da Alemanha e não deve ter a vaga de titular no meio-campo, formado atualmente por Edinson Jordanov (búlgaro), Mustafa Amini (australiano), Tim Treude (alemão) e David Solga (alemão), o único acima da idade, com 31 anos. Outros dois jogadores costumam entrar durante as partidas, acirrando a concorrência com o japonês, que ainda terá de se adaptar ao estilo alemão.

A diferença de idade em relação a Kagawa quando chegou ao Dortmund (quatro anos) e a falta de experiência, pois o compatriota já era titular no elenco principal do Cerezo Osaka no ato da transferência para a Europa, também serão empecilhos para Maruoka. Mas o atleta tem um ano e meio para mostrar seu talento e pode ser contratado pelos alemães ao fim do empréstimo, pois o Dortmund tem a opção de compra. Será que está chegando um novo Kagawa?

Curtas

- Talvez ter 18 anos não seja um empecilho para Mitsuru Maruoka. O zagueiro alemão Marian Sarr tem a mesma idade do japonês e entrou como titular no empate entre Dortmund e Hoffenheim, pela Bundesliga – ele ainda atuou meio tempo no revés para o Hertha Berlim.

- O time B do Dortmund é o atual nono colocado na terceira divisão alemão, com 28 pontos em 21 jogos (8v, 4e, 9d), longe da promoção. O líder é o Heidenheim (47 pontos). O Stuttgart é o outro time B na competição, mas está em 14º lugar, com 26 pontos. A terceirona tem algumas equipes que já frequentaram a elite nacional, como Duisburg, Unterhaching e Hansa Rostock.

- O novo time de Maruoka é o terceiro mais caro da terceira divisão, avaliado em € 6,2 milhões, atrás de Heidenheim (€ 7,3 milhões) e Chemnitzer (€ 6,3 milhões). O mais barato é o elenco do Unterhaching (€ 3,8 milhões).

Austrália

- A campanha do Melbourne Heart é mesmo deprimente. Único da A League sem vitórias e na lanterna do torneio, com quatro pontos – nove atrás do Perth Glory, o segundo pior –, o clube demitiu o ex-atacante da seleção John Aloisi, 37 anos, após a derrota de 1 a 0 para os neozelandeses do Wellington Phoenix, em casa. O holandês John van’t Schip, ex-Chivas (México), assumiu o comando. O clube pode ser vendido para um consórcio, numa proposta em torno de 12 milhões de dólares australianos.

- O líder é o Brisbane Roar (27 pontos), que voltou a aumentar a distância para o Western Sydney, agora em quatro pontos e com um jogo a menos. O Sydney fecha a zona de classificação para o mata-mata, com 18 pontos, cinco a mais que o Adelaide United.

Arábia Saudita

- Situação grave está vivendo o meia brasileiro Rafael Bastos, do Al Nassr. Revelado pelo Angra dos Reis e com passagem por Bahia e futebol romeno, o atleta reclamou numa rede social que teve o visto de saída retido pelos dirigentes do clube saudita. Bastos jogou nove das 15 partidas do time na competição, oito como titular, e marcou quatro gols.

- Além de Bastos, o Al Nassr conta com os atacantes Everton, ex-Grêmio Barueri e Heracles Almelo (Holanda), e Élton, emprestado pelo Corinthians e que defendeu o Náutico nos dois jogos iniciais no Brasileirão Série A 2013. O Al Nassr é o líder da liga, com 39 pontos, quatro à frente do Al Hilal.

Japão

- Na final da Copa do Imperador, em que o Yokohama Marinos deu o troco no Sanfrecce Hiroshima, campeão da liga nacional, e ficou com o caneco, dois destaques. O segundo gol do Yokohama foi marcado pelo veterano zagueiro Yuji Nakazawa, 35 anos, revelado no América Mineiro e com duas Copas do Mundo (2006 e 2010) no currículo. Outro veterano, o lateral Dutra, ex-Sport Recife, esteve em campo como titular e jogou os 90 minutos, mesmo com 40 anos. Ele só ficou de fora de uma partida na J League 2013.