O Celtic já tinha garantido o tricampeonato escocês ainda em março. Somente nesse final de semana, no entanto, é que a comemoração dos alviverdes aconteceu em Glasgow, com direito a entrega do troféu e das medalhas aos jogadores. Dia também de homenagem a John Hartson e Stiliyan Petrov, ex-jogadores dos Bhoys que venceram cânceres recentemente e foram ovacionados pela torcida. Mesmo assim, os ídolos não roubaram tantas lágrimas no Celtic Park quanto Jay Beatty, um garotinho de 11 anos com síndrome de Down.

>>> Stiliyan Petrov pode ter certeza que nunca andará sozinho

Jay estava atônito assistindo à celebração de seus heróis. Acabou sendo o escolhido para ganhar a medalha de campeão do técnico Neil Lennon – que já tinha feito parecido na última temporada, presenteando uma garotinha. Só que a alegria do menino não parou por aí. Georgios Samaras pegou Jay no colo e caminhou sobre o gramado com o pequeno. Uma alegria sem tamanho, visível em seu rosto. E o pequeno ainda ganhou a chance de entrar no ônibus do Celtic e cantar a música “Hail Hail the Celts are Here” com eles.

“Conheci Jay em uma visita à Irlanda. Ele é um garoto muito especial, um torcedor fanático do Celtic e uma grande inspiração. O time todo ficou muito orgulhoso de contar com ele conosco neste dia”, disse Samaras, em entrevista ao jornal Daily Record. Certamente, também a maioria dos torcedores sentiu orgulho do gesto de seus jogadores. Jay jamais se esquecerá, assim como a massa alviverde.

Você também vai curtir:

>>> Celtic, independência da Escócia e a ameaça de punição

>>> Há 126 anos, Celtic era fundado para ajudar um ‘sopão’ da igreja

>>> Torcida do Celtic faz um dos mosaicos mais legais da temporada