Bastian Schweinsteiger e Borussia Dortmund deram uma aula de como resolver uma dessas polêmicas que não deveriam nem começar a existir. Em uma festa privada, claramente alterado por alguns copos de cerveja a mais do que o normal, e comemorando o título da Copa do Mundo, o meia alemão entoou um grito anti-Dortmund: “BVB Hurensöhne!”, que associa a sigla do clube amarelo e preto ao pouco elogioso adjetivo “filhos da mãe” – para não usar o palavrão que deixaria a tradução mais precisa.

LEIA MAIS: Transformaram a tabela da Bundesliga em cartaz de festival de rock e ficou demais

O vídeo vazou na internet e deixou torcedores do Borussia Dortmund ofendidos, o que é compreensível, embora fosse claro que Schweinsteiger estava apenas relaxando entre amigos. Por via das dúvidas, o jogador emitiu um comunicado na sua página oficial no Facebook lidando com o caso com uma certa classe.

“Olá! Estou mandando essa mensagem de férias porque fiquei sabendo que encontraram um vídeo meu na internet. Eu gostaria de pedir desculpas a todos os torcedores, jogadores e funcionários do Borussia Dortmund. Não vou tentar minimizar nada. É obviamente uma música conhecida dos fãs, mas não quis insultar ninguém com aquela palavra ofensiva. É importante que eu articulasse isso agora. Eu convivo muito bem com os jogadores do Dortmund, especialmente Kevin Grosskreutz. Foi uma situação infeliz. Peço novamente desculpas aos torcedores do Dortmund e espero que os fãs entendam”.

Pronto. Não negou o batom na cueca, pediu desculpas, explicou-se e vida que segue. Só que o Borussia Dortmund foi ainda mais elegante na resposta que – esperamos – deve colocar um ponto final no assunto. Olha só:

“Querido Bastian Schweinsteiger,

Não tem problema nenhum, depois de vencer a Copa do Mundo (aliás, queremos aproveitar para dar os parabéns!), você tomar uma cerveja (ou duas) e liberar as suas emoções e dizer algumas coisas pouco apropriadas.

Nós o vemos como um grande e justo atleta, então evidentemente vamos aceitar suas desculpas.

Desejamos que tenha ótimas férias na Croácia.

Borussia Dortmund.

P.S: Se você quiser algumas aulas de canto, avise. Adoraríamos ajudá-lo!”

Foram dois bons exemplos de como lidar com essas crises superficiais que começam a se formar no momento em que os torcedores ficam espantados com o fato de que os jogadores de futebol são, vejam só, nada mais que seres humanos que chutam uma bola melhor que os outros.

Esse foi Schweinsteiger cantando o tal “BVB Hurensöhne!”:

Você também pode se interessar por:

>>>> O golaço de Lewandowski mostra uma das razões que fez o Bayern contratá-lo

>>>> Pra dizer que Hummels e Reus ficam, Klopp deu uma de suas respostas impagáveis

>>>> Lewandowski estreia no Bayern de Munique e já deixa o seu gol

>>>> Camisa do Dortmund entra na onda anos 80, o que não é sempre uma boa coisa