Em uma sexta-feira de calmaria no mundo do futebol, a Bundesliga vez por outra oferece um bom jogo para se assistir. Foi o caso de hoje. Schalke 04 e Bayer Leverkusen fizeram uma partida bastante movimentada na Veltins Arena. Dois times jovens, em noite intensa e com boas chances de gol. Os dois goleiros trabalharam bastante, com Ralf Fährmann e Bernd Leno realizando defesas decisivas para garantir o placar mais magro, em 1 a 1. Ainda assim, o grande destaque foi Leon Goretzka. O volante comandou o meio-campo dos Azuis Reais e marcou um belíssimo gol de falta, para abrir o placar.

Após uma ótima temporada, que o garantiu na Copa das Confederações, Goretzka mantém a boa fase no Schalke. Tudo bem que o time ainda não engrenou na tabela, somando dez pontos em sete rodadas. O volante, de qualquer forma, dá sua contribuição na organização, na marcação e também em suas chegadas ao ataque. Nesta sexta, foram cinco finalizações do jovem. Uma delas, deixando os anfitriões em vantagem, aos 34 do primeiro tempo. Em cobrança de falta, Goretzka bateu com efeito na bola, fazendo uma curva pelo lado de fora da barreira. E, com um homem saindo da proteção, Leno permaneceu estático. Viu o chute entrando no ângulo.

Melhor no primeiro tempo, o Schalke deu trabalho a Leno. Mas o Leverkusen melhoraria pouco antes do intervalo. Já na etapa complementar, o trunfo dos visitantes foi Leon Bailey, saindo do banco junto com Kai Havertz. O jamaicano foi justamente o responsável pelo empate, em bola que desviou na defesa e tirou Fährmann da jogada. Contudo, o goleiro ainda terminaria com salvador. Diante da pressão dos Aspirinas nos minutos finais, ele foi o responsável por evitar um estrago maior. Lucas Alario ainda chegou a marcar um gol, corretamente anulado por impedimento. O empate acabou sendo justo para ambas as partes.

Dois times com potencial para mais, Schalke e Leverkusen ocupam posições intermediárias na tabela, correndo o risco de perderem algumas posições ao longo do final de semana. Os Azuis Reais beiram a zona de classificação às competições europeias, no sétimo lugar. Já os Aspirinas estão em oitavo, mas em uma colocação mais movediça, somando dois pontos a menos.