A Juventus é um time conhecido pela sua força defensiva, com um goleiro entre os melhores do mundo, Gianlugi Buffon, e zagueiros do mais alto nível, como Leonardo Bonucci e Giorgio Chiellini. Neste sábado, contra o Chievo, quem brilhou foi o ataque. Paulo Dybala e Gonzalo Higuaín brilharam na vitória por 2 a 0 sobre o time de Verona e afiaram as armas pensando na terça, quando enfrentam, no mesmo Juventus Stadium, o Barcelona.

LEIA TAMBÉM: Barcelona sofre com contra-ataques e perde merecidamente do Málaga com Neymar expulso

Higuaín, aliás, vinha de uma sequência de cinco jogos sem marcar gols contando apenas os jogos da Serie A. Acabou com o jejum com estilo. Marcou os dois gols, em duas grandes jogadas de Dybala. Como esperado, a Juventus controlou bem o jogo para guardar energia para um confronto que deve ser muito intenso.

Todo o time da Juve teve uma atuação segura. A vitória foi por 2 a 0, mas poderia ter sido até maior, dado o bom volume de jogo ofensivo do time. Aliás, este é um mérito de Massimiliano Allegri. O time tem criado alternativas de jogo e, nesta temporada, joga com linha de quatro na defesa e três meias atrás de um atacante. Algumas vezes, o ponta esquerda tem sido Mario Madzukic, tradicionalmente um centroavante, mas que foi adaptado ao lado de campo.

Quem jogou no sábado pelo lado esquerdo foi Sturaro, mas ele certamente será reserva na terça-feira. No lado direito, Juan Cuadrado é o titular, recompõe e ajuda a manter o time equilibrado. Dybala e Higuaín são os dois principais nomes do time ofensivamente e atuam com liberdade.

Vale destacar a participação de Claudio Marchisio no meio-campo, atuando ao lado de Sami Khedira. Os dois são candidatos a jogarem na terça-feira contra o Barcelona. Daniel Alves não jogou, atuando Lichtsteiner. Outra alteração no time que foi muito bem foi a combinação de Andrea Barzagli e Daniele Rugani. O primeiro é um veterano e o segundo é um garoto, mas ambos possuem grande qualidade. Mostra o quanto o time da Juve é bem servido na posição. Se tornam opções para o time.

O ponto que vale ressaltar é mesmo o ataque. Higuaín chegou à marca de 27 gols em 37 jogos pela Juventus, o que é bastante impressionante. Com a combinação junto a Dybala, a Juventus pode causar muitos problemas na defesa do Barcelona, que não encontrou uma forma segura de atuar.

Em termos de Campeonato Italiano, a Juventus segue com muita tranquilidade. São 77 pontos em 31 jogos, vantagem considerável para Roma (68 em 30 jogos) e Napoli (64 em 30 jogos). O título nacional está praticamente garantido. O desafio, então, se torna ir bem na Champions League. O confronto com o Barcelona começa na terça.


Juv por goalsarena2017