No último sábado (16), o Atlanta United recebeu o Orlando City em seu terceiro jogo no Mercedes-Benz Stadium, estádio recém-inaugurado e que já foi devidamente abraçado pela torcida do clube. Nesta partida, que já é considerada um clássico pela proximidade das cidades e pelas provocações trocadas entre os torcedores nas arquibancadas, foi batido o recorde de público da história da Major League Soccer, com 70.425 pessoas presentes, esgotando os ingressos disponíveis.

LEIA TAMBÉM: Expulsão de Kaká na MLS mostra que revisão em vídeo não adianta se a arbitragem for estúpida

O antigo recorde, superado neste fim de semana, era do Los Angeles Galaxy em seu primeiro jogo no Rose Bowl, ainda em 1996, quando 69.255 pessoas compareceram ao jogo. A demora para superar o recorde mostra que o futebol finalmente vai se consolidando nos Estados Unidos, atraindo cada vez mais torcedores, e também que os clube optaram por estádios menores, com capacidade reduzida e garantia de casa cheia.

O Atlanta United conseguiu atingir tal feito com facilidade porque divide sua casa com o Atlanta Falcons, da NFL, que geralmente recebe mais torcedores do que o futebol nos Estados Unidos e possuem maior capacidade. Até por isso a lista de maiores públicos da história da competição aconteceram em estádios que recém equipes da NFL, como o CenturyLink Field (Seattle), Rose Bowl (Los Angeles), Giants Stadium (Nova York) e, agora, o Mercedes-Benz Stadium.

O sucesso de público do Atlanta United também ajuda a equipe dentro de campo. Em 10 jogos feitos como mandante na MLS, foram oito vitórias, um empate e apenas uma derrota. Na US Open Cup, mais uma vitória conquistada, apesar do público não tão grande.

Esse recorde, no entanto, é apenas o primeiro que está na mira do Atlanta United. Agora a franquia quer ter a maior média de público em uma temporada da MLS. No momento, o feito pertence ao Seattle Sounders, em 2015, quando levou uma média de 44.247 torcedores ao CenturyLink Field. Em 2017, até agora, o Atlanta já levou uma média de 45.811 fãs em 10 jogos, mesmo tendo atuado parte da temporada no Bobby Dodd Stadium, pertencente à Georgia Tech Univerisity e que possui capacidade para 55 mil torcedores.

Em seu ano de estreia na Major League Soccer, o Atlanta United vai conquistando os fãs da cidade, atraindo pessoas para seu estádio e se tornando um exemplo para as franquias que desejam alcançar o maior campeonato de futebol dos Estados Unidos.