Não era uma partida oficial, referendada pela Uefa. Mas isso pouco importa. Pela primeira vez desde que passou a ser uma seleção aceita no futebol internacional, Gibraltar marcou seu primeiro gol. E também sofreu sua primeira derrota. Na segunda partida da equipe nacional recém-nascida, os gibraltarinos perderam por 4 a 1 para as Ilhas Faroe. Ainda assim, tiveram o gosto de comemorar a bola nas redes pela primeira vez, diante de sua torcida no acanhado Estádio Victoria, com capacidade para não mais do que 5 mil pessoas.

A honra de anotar o primeiro tento de Gibraltar foi de Roy Chipolita. O defensor do Lincoln, do Campeonato Gibraltarino, apareceu dentro da área e cabeceou com força, para deixar o time da casa em vantagem. Porém, as Ilhas Faroe conseguiram a virada logo em seguida, abrindo caminho para a goleada. Foi pouco para quem, há uma semana, disse sonhar com a vaga na repescagem das eliminatórias da Euro 2016. De qualquer forma, é uma história que será escrita pouco a pouco. E que poderá ser acompanhada de perto por todos.