Foi parecido com aquele lance de Khalid Askri, goleiro que vimos defender o Raja Casablanca no último Mundial de Clubes. Era uma partida amadora, pela Coupe de L’Iseré, entre LCA Foot 38 e Grésivaudan. A decisão foi nas cobranças de pênalti, que estavam empatadas em 5 a 5 quando Luca Botelho foi para a cobrança.

Ele bateu mal, para falar a verdade. No meio, em cima do goleiro, que defendeu com as pernas e saiu comemorando. A bola, porém, quicou no chão, passou por cima da cabeça dele e entrou no gol, frustrando a celebração do coitado, que pelo menos não é profissional.

E aqui, para lembrarmos, o mesmo lance com Khalid Askri: