Comemorar um gol é extravasar. O momento em que o jogador mais pode externar os seus sentimentos, em que se tornar o centro das atenções sem ter a bola nos pés. E que pode até mesmo marcar uma carreira. Neste final de semana, por exemplo, Sergey Levitski teve a chance de ser conhecido muito além do Campeonato Bielorrusso. O meio-campista de 25 anos aproveitou seu gol em um jogo da primeira divisão para fazer uma declaração de amor.

Vice-lanterna do Bielorrussão, o Slutsk goleou o Neman Grodno por 4 a 0. Levitski saiu do banco no final do segundo tempo, fechando o placar aos 43 minutos do segundo tempo. E surpreendeu ao sair correndo rumo às arquibancadas, pegando uma caixinha de joias no banco de reservas e ajoelhando para pedir a mão da noiva. Recebeu o sim.

A ocasião, aliás, conspirou a favor de Levitski. O meio-campista reserva do Slutsk defendia o Neman Grodno até o ano passado, e aproveitou a visita à antiga cidade para se declarar. Sem marcar gols desde novembro de 2014, justamente pelo ex-clube, o bielorrusso talvez fosse pedir mesmo sem balançar as redes. Mas a imperdoável “Lei do Ex” fez o amor falar mais alto.