A Argentina divulgou os 23 convocados para a Copa do Mundo da Rússia, que começa no dia 14 de junho. A lista final corta 12 jogadores da lista prévia, incluindo Mauro Icardi, da Internazionale, e Lautaro Martínez, do Racing. Paulo Dybala, da Juventus, está entre os que irão à Copa, assim como o goleiro Franco Armani, do River Plate. O treinador disse que levou em consideração “comportamentos na seleção e rendimentos”. Mais do que isso, ele se disse satisfeito com o elenco selecionado. “Me sinto muito representados com os jogadores convocados”.

LEIA TAMBÉM: Bélgica divulga lista prévia para a Copa sem Nainggolan e nem uma boa explicação sobre isso

Armani é um nome muito pedido na Argentina, com o goleiro como figura importante no Atlético Nacional na campanha do título da Libertadores em 2016, antes de ser contratado pelo River Plate, onde tem jogado muito bem. Ele venceu a disputa com Nahuel Guzman, do Tigres.

Armani, aliás, é um dos poucos jogadores que atua no país convocados pelo técnico Jorge Sampaoli, junto com Cristian Pavón, atacante de 22 anos do Boca Juniors, e Maximiliano Meza, de 26, do Independiente. Meza, por sinal, venceu a disputa com Ricardo Centurión, do Racing, e Diego Perotti, da Roma.

Os jogadores cortados foram Nahuel Guzmán, Ramiro Funes Mori, Germán Pezzella, Enzo Pérez, Pablo Pérez, Leandro Paredes, Guido Pizarro, Rodrigo Battaglia, Ricardo Centurión, Mauro Icardi, Lautaro Martínez e Diego Perotti. Todos eles permanecem na lista reserva e podem entrar na lista final em caso de contusão de algum dos jogadores.

“Sou agradecido a todos os jogadores que acompanharam este processo. Há muitos fatores que fizeram que a eleição final seja bastante dura. Os que estão na lista são os que estão mais perto da ideia que estamos trabalhando. “Elegemos os 23 depois de uma longa análise”, afirmou o técnico. Sampaoli justificou que selecionou o lateral Cristian Ansaldi por “sua posição natural” e que, além disso, “pode jogar nos dois lados”. Mais do que isso, disse que “é um jogador versátil que traz muitas variantes”.

A ausência de Icardi e Lautaro Martínez foi perguntada, mas o técnico falou simplesmente. “Deixamos fora atacantes muito importantes. Tínhamos que escolher quatro”, disse. Mascherano, que atuou nos últimos anos como zagueiro nos clubes e como volante na seleção, poderá ser usado nas duas funções, segundo explicou o treinador.

Sampaoli se empolgou com a Argentina e acha que o time se coloca como um dos candidatos ao título. “Hoje o candidato para mim é a Argentina, porque estou convencido de que estes jogadores têm um monte de atitudes que me fazem pensar desse modo”, declarou. O treinador, porém, destacou que considera como favoritos o Brasil, “muito forte e muito consolidado”, a Alemanha e a França.

A Argentina começa a sua preparação para a Copa do Mundo nesta terça-feira, dia 22. O time fará um amistoso no dia 29 de maio contra o Haiti, na Bombonera, e embarca para a Europa. Por lá, fará amistoso no dia 9 de junho contra Israel.

Confira a lista de convocados da Argentina para a Copa 2018:

Goleiros: Sergio Romero (Manchester United, ING), Wilfredo Caballero (Chelsea, ING) e Franco Armani (River Plate);

Defensores: Gabriel Mercado (Sevilla, ESP), Nicolás Otamendi (Manchester City, ING), Federico Fazio (Roma, ITA), Javier Mascherano (Heibei Fortune, CHN), Marcos Rojo (Manchester United, ING), Marcos Acuña (Sporting, POR), Nicolás Tagliafico (Ajax, HOL), Cristian Ansaldi (Torino, ITA)

Meio-campistas: Eduardo Salvio (Benfica, POR), Lucas Biglia (Milan, ITA), Éver Banega (Sevilla, ESP), Giovani Lo Celso (PSG, FRA), Manuel Lanzini (West Ham, ING), Cristian Pavón (Boca Juniors), Maximiliano Meza (Independiente), Ángel Di María (PSG, FRA)

Atacantes: Lionel Messi (Barcelona, ESP), Paulo Dybala (Juventus, ITA), Sergio Agüero (Manchester City, ING), Gonzalo Higuaín (Juventus, ITA)