A Eurocopa 2020 será a primeira edição sem uma sede fixa. A definição foi feita quando os países ainda sofriam com uma crise econômica que fez as candidatas a sediar o torneio desaparecerem. Para sediar apenas alguns jogos, várias cidades se candidataram e 12 delas serão usadas para a próxima edição do torneio europeu. A Uefa divulgou quais serão as cidades para cada um dos grupos. Além disso, definiu que a abertura será em Roma e a final no estádio de Wembley, em Londres.

LEIA TAMBÉM: Já sabemos as sedes da Euro-2020, só não sabemos o que Baku está fazendo entre elas

A Uefa queria fazer em 13 estádios, mas um deles foi excluído da competição: o de Bruxelas. A cidade belga perdeu o direito de sediar a competição. Isso porque um novo estádio ainda está sendo planejado e a Uefa não recebeu as garantias necessárias. Assim, serão apenas 12 sedes para a Eurocopa 2020.

Quando a ideia foi divulgada, em 2013, o plano era fazer as seleções jogarem em cidades próximas. Ao menos era essa a ideia do então presidente da Uefa, Michel Platini, e seu secretário-geral, Gianni Infantino. Bom, não foi exatamente isso que aconteceu. O grupo A do torneio, por exemplo, jogará em cidades separadas por dois mil quilômetros: Roma e Baku, no Azerbaijão.

A Eurocopa 2020 será disputada do dia 12 de junho ao dia 12 de julho daquele ano. O jogo de abertura será disputado em Roma, no estádio Olímpico da capital italiana. As 12 cidades irão sediar jogos da fase de grupos da competição.

Copenhague, Bucareste, Amsterdã, Bilbao e Budapeste receberão apenas partidas da fase de grupos do torneio. Os jogos de quartas de final serão disputados em Munique, Baku, Roma e São Petesburgo. As semifinais e a final serão jogadas em Londres, no estádio de Wembley, como já estava definido.

O estádio da capital inglesa receberá mais uma competição europeia, depois de sediar duas finais de Champions League, em 2011 e 2013 – este segundo pela comemoração de 150 anos da Football Association, FA, dona do estádio.

Esta é a lista de cada um dos 12 estádios que sediarão a Eurocopa 2020:

Amsterdã (Holanda): Johan Cruyff Arena (56.000 lugares)
Baku (Azerbaijão): Estádio Olímpico (68.700 lugares)
Bilbao (Espanha): San Mamés (68.000 lugares)
Bucareste (Romênia): Arena Nationala (55.600 lugares)
Budapeste (Hungria): Estádio Ferenc Puskas (38.652 pessoas)
Copenhague (Dinamarca): Estádio Parken (51.700 pessoas)
Dublin (irlanda): Aviva Stadium (53.332 pessoas)
Glasgow (Escócia): Hampden Park (52.063 pessoas)
Londres (Inglaterra): Wembley (90.000 pessoas)
Munique (Alemanha): Allianz Arena (75.000 pessoas)
Roma (Itália): Stadio Olimpico (72.698 pessoas)
São Petersburgo (Rússia): Estádio Krestovsky (68.134 pessoas)

A divisão dos jogos nos grupos ficou assim:

Grupo A: Roma e Baku
Grupo B: São Petersburgo e Copenhague
Grupo C: Amsterdã e Bucareste
Grupo D: Londres e Glasgow
Grupo E: Bilbao e Dublin
Grupo F: Munique e Busdapeste

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:
– Blatter: “Eurocopa sem sede fixa fica sem coração e alma”