Era de se esperar que a primeira vitória da Argélia na Copa do Mundo resultasse em uma festa enorme. Afinal, os argelinos não sentiam esse gostinho em um Mundial desde 1982. E, para uma torcida capaz de fazer um mosaico de fogo no jogo que valia a viagem ao Brasil, o triunfo seria motivo de orgulho de qualquer maneira que viesse. Ainda mais da forma como aconteceu: vitória imponente sobre a Coreia do Sul por 4 a 2, na qual o ataque das Raposas funcionou à perfeição.

A multidão que estava concentrada em Argel, a capital do país, não precisou de muito para fazer com que a festa se tornasse um estouro. E a comemoração foi muito além da principal cidade argelina. Espalhou-se por outros cantos, e não apenas do país. Centenas de argelinos e descendentes tomaram as ruas das principais cidades francesas. Em Paris, o ponto de encontro foi a famosa Champs Elysées. E também tomou conta de Marselha, terra de Zinedine Zidane. Em uma seleção que conta com 16 franceses de nascimento, mas argelinos de sangue, nada mais natural.

Abaixo, os vídeos. Na ordem das cidades, Argel, Paris e Marselha: