Brad Jones foi um dos protagonistas na conquista do Campeonato Holandês 2016/17, ajudando a encerrar o jejum que perdurou por 18 anos no Feyenoord. O experiente goleiro australiano chegou no início da temporada e não demorou a cair nas graças da torcida, atravessando a melhor sequência da carreira. Passou 17 das 32 partidas que fez pela Eredivisie sem ser vazado, pilar na defesa do time comandado por Gio van Bronckhorst. E a gratidão dos torcedores gerou uma cena realmente tocante neste sábado, durante o empate por 1 a 1 contra o VVV-Venlo. O veterano recebeu a homenagem mais reconfortante possível no Estádio De Kuip.

Em 2010, enquanto se preparava com a seleção australiana para disputar a Copa do Mundo, Jones recebeu uma notícia desalentadora: seu filho Luca, de quatro anos, estava com leucemia. O goleiro reserva deixou a África do Sul às vésperas da estreia do Mundial e sequer voltou. A luta do garoto durou mais alguns meses, mas ele acabou falecendo em 18 de novembro de 2011, aos seis anos de idade. E no dia em que a morte do menino completou seis anos, a torcida do Feyenoord ofereceu o seu apoio ao veterano. Entoou ‘You’ll Never Walk Alone’ no De Kuip abarrotado, com milhares de luzes iluminando as arquibancadas. O momento sem igual aconteceu no 12° minuto, em referência à idade que Luca teria.

“Foi um belo gesto, este momento do ano sempre é difícil para mim e para a minha família. Antes do jogo, fiquei sabendo que os torcedores preparariam algo, mas estava focado no que acontecia em campo, logicamente. Mas foi impossível não ver todas essas luzes. Minha esposa estava no estádio e esse apoio é muito importante para nós. Quero agradecer à torcida por isso. É bom pensar em Luca desta maneira”, afirmou Jones, depois da partida. Certamente um momento que o arqueiro carregará para sempre.

Vale lembrar que, na temporada passada, a torcida do Feyenoord já tinha proporcionado outro momento inesquecível no De Kuip. Tonny Vilhena havia perdido a mãe semanas antes e, no reencontro com o estádio, o camisa 10 viu milhares de velas se acenderem nas arquibancadas, enquanto os torcedores também entoavam ‘You’ll Never Walk Alone’ no 52° minuto contra o Zwolle.