Finalmente os uruguaios Carlos Bueno e Cristian Rodriguez tiveram seu futuro definido. Por decisão da Fifa divulgada hoje, os uruguaios foram liberados para defender o Paris Saint-Germain.

Os dois jogadores entraram em litígio com o Peñarol. Em julho, julgando-se livres de cumprir o vínculo com o clube, eles assinaram por quatro anos com o PSG. O clube uruguaio contestou a negociação, pois acreditava que os atletas ainda lhe pertenciam. Na verdade, o time sul-americano havia encostado Bueno e Rodriguez, sem aproveitá-los e afirmando não que não renovaria o vínculo com eles.

Em 19 de agosto, a Fifa autorizou-os provisoriamente a atuar pelo time francês, mas em 1º de setembro impediu-os de jogar até que a situação fosse resolvida. ´´A Fifa rejeitou a existência de toda relação contratual entre os dois jogadores e o clube uruguaio. Assim, a federação francesa foi autorizada a registrar Carlos Bueno e Cristian Rodriguez no elenco do PSG. O clube efetuou o pedido de inscrição na Liga de Futebol Profissional´´, anunciou o time da capital francesa em comunicado oficial.