Até segunda ordem, a Grécia não pode disputar torneios internacionais de futebol. Nesta segunda, a Fifa anunciou que a Federação Helênica de Futebol e todos seus membros (clubes, jogadores e árbitros) não podem ter qualquer contato com o futebol internacional. Essa medida afeta as competições oficiais internacionais, a organização de amistoso na Grécia e a indicação de árbitros para jogos internacionais.

O motivo da suspensão é a falta de independência da FHF em relação ao governo grego. Um artigo da lei grega para os esportes prevê que nem todas as questões ligadas a cada uma das modalidades sejam de responsabilidade da federação. A Fifa informou que alertara a federação grega em setembro de 2005, dando como prazo final para mudanças 15 de julho de 2006.

A própria entidade divulgou que a suspensão será retirada caso o governo grego reveja sua lei para o esporte. Enquanto isso, a realização do amistoso entre Grécia e Inglaterra, marcado para 16 de agosto, e a participação do AEK na fase preliminar da Liga dos Campeões é colocada em dúvida.