Chuva de papel picado, bandeirões, foguetes, gritaria. Não importa quem é o finalista. A final da Copa Libertadores tem as suas tradições. E a torcida do Nacional a cumpriu à risca, reforçando a característica mais digna de quem quer buscar a taça: a vibração. Os tricolores lotaram o Estádio Defensores del Chaco, um dos mais emblemáticos do continente – embora também reforçados por torcedores de outros clubes, na busca da glória também para o futebol paraguaio. Uma festa imensa, linda.

O JOGO: A final só endossou que a única certeza da Libertadores 2014 é a imprevisibilidade

O momento mais marcante foi a entrada do Nacional em campo, quando os papeis começaram a ganhar o céu de Assunção e as serpentinas se enrolaram no troféu da Libertadores. O grande momento no primeiro encontro decisivo com o San Lorenzo, que terminou empatado em 1 a 1. Para ser visto e revisto nos vídeos abaixo, um da transmissão da TV e outro gravado no meio da torcida: